Super Finishing
EconomiaNotíciasPlástico

Algumas profissões que surgirão com a Indústria 4.0

Levantamento do Senai mostra profissões que estarão em alta em oito setores da indústria brasileira nos próximos cinco anos

Novas profissões como engenheiro de cibersegurança ou fibras têxteis, mecânico de veículos híbridos, técnico em impressão de alimentos e operador de máquina high speed estão entre as profissões que irão despontar no mercado nos próximos cinco anos. Algumas delas podem demorar até 10 anos para se consolidar, mas a demanda já existe. A conclusão é de um levantamento realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

O Senai analisou de que forma as novas tecnologias – como realidade virtual, automação, internet das coisas e impressão 3D – estão influenciando a dinâmica de oito setores da indústria brasileira. São eles: automotivo, alimentos e bebidas, máquinas e ferramentas, tecnologia da informação e comunicação, construção civil, química e petroquímica, petróleo e gás, e têxtil e vestuário.

A partir daí, mapeou as profissões (de nível médio e superior), que vão ganhar relevância nos próximos anos, bem como aquelas que serão criadas a partir do uso de novas tecnologias e novos equipamentos. Confira, a seguir, o que muda em cada setor:

1 – Automotivo

Mudanças em andamento: robotização de linhas de produção, comunicação de máquinas por meio da IoT, impressoras 3D e simuladores.

Profissões existentes: eletromecânico de automóveis, mecânico de automóveis leves, mecânico de manutenção automotiva e técnico em manutenção automotiva.

Profissões que surgirão: mecânico de veículos híbridos, mecânico especialista em telemetria, programador de unidades de controles eletrônicos, técnico em informática veicular.

2 – Alimentos e bebidas

Mudanças em andamento: empresas usam softwares avançados para o controle e implementação de processos álcool químicos para produção de eteno, butadieno, butanol, acetaldeído, entre outros; big data já é usado para previsão de orçamento industrial e drones no monitoramento e segurança das áreas de plantio.

Profissões existentes: técnico em açúcar e álcool, técnico em cervejaria, operador de processamento de grãos e operador de processamento de bebidas.

Profissões que surgirão: especialista em aplicações para rastreabilidade de alimentos, técnico em impressão de alimentos, especialista em aplicações de embalagens para alimentos.

3 – Tecnologia da Informação e Comunicação

Mudanças em andamento: integração das tecnologias de informação e comunicação (TICs) aos processos de automação da indústria 4.0, digitalização de etapas de processos produtivos, uso de IoT e de redes sem fio nas linhas produtivas.

Profissões existentes: técnico programador de jogos digitais, programador de multimídia, técnico em desenvolvimento de sistemas, técnico em rede de computadores.

Profissões que surgirão: analista de IoT, engenheiro de cibersegurança, analista de segurança e defesa digital, especialista em big data, engenheiro de softwares.

4 – Química e Petroquímica

Mudanças em andamento: automação dos processos contínuos e robotização dos processos discretos. Uso mais intensivo de internet das coisas (IoT) na comunicação entre etapas dos processos produtivos e coleta de informações de mercado que afetem a produção. Desenvolvimento de novos produtos, aplicando os conceitos de nano e biotecnologia, além de novas composições poliméricas para tintas, vernizes e fibras sintéticas.

Profissões existentes: técnico em química, operador de processos, técnico em plásticos (associado ao ambiente petroquímico), técnico em análise química, supervisor de produção.

Profissões que surgirão: técnico em análises químicas com especialização em análises instrumentais automatizadas, técnico especialista no desenvolvimento de produtos poliméricos, técnico especialista em reciclagem de produtos poliméricos.

5 – Petróleo e gás

Profissões existentes: operador de sonda, técnico em petróleo e gás, engenheiro de petróleo, técnico em petroquímica.

Profissões que surgirão: especialista em técnicas de perfuração, especialista em sismologias e geofísica de poços, especialista para recuperação avançada de petróleo.

Adaptação. Fonte: Barbara Bigarelli – Época Negócios.

Para ficar por dentro de tudo que acontece no mercado do plástico e saber mais notícias como esta, preencha o formulário abaixo e receba conteúdo segmentado do melhor e mais completo portal do setor na América Latina.

Tag

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo