Blobweb
NotíciasPlástico

Soluções em embalagens rígidas feitas com resina reciclável são apresentadas pela Braskem

Resinas plásticas 100% recicláveis foram desenvolvidas com foco em rigidez, resistência ao impacto e à quebra sob tensão ambiental

Com o foco da Braskem durante o ano na Economia Circular, a empresa apresentou, durante a Feiplastic, em seu portfólio novas soluções em embalagens rígidas para envase de produtos químicos e agroquímicos.

Os novos produtos fazem parte da linha Rigeo™, sendo duas resinas para produção de bobonas, reservatórios utilizados durante transporte e armazenagem de produtos químicos e defensivos agrícolas. Segundo a empresa, as soluções para os produtos seguem as exigências do setor como resistência ao impacto, resistência química e rigidez, além de oferecer segurança no manuseio. Uma vantagem importante da marca é que todos os produtos são 100% recicláveis.

Além de matéria-prima para bombonas, a Braskem também lançou resinas para fabricação de tambores e IBC’s (Intermediate Bulk Containers), contentores utilizados pela indústria para o transporte e armazenagem de fluídos e materiais a granel em grandes volumes (200 a 1000 litros). Essas novas resinas buscam uma melhor performance em relação ao impacto e resistência química, sem abrir mão da rigidez, o que permite uma maior eficiência no empilhamento.

De acordo com Júlio Lottermann, gerente de Engenharia de Aplicação de Polietileno da Braskem, o aprimoramento das novas soluções também permite aos produtores de embalagens explorarem novas fronteiras de design e otimização de uso de matéria-prima, sem pôr em risco os aspectos fundamentais de segurança e competitividade das aplicações. ” A prioridade sempre foi entregar produtos que prezem pela segurança, mas nós também nos preocupamos em oferecer ao cliente a possibilidade de inovar e se destacar no setor”, destaca Lottermann.

A companhia está empenhada na transformação da Economia Linear para a Economia Circular, que tem todo o seu ciclo produtivo considerado de forma sustentável. “Estamos atentos às movimentações do mercado no Brasil e no mundo, tanto do ponto de vista das exigências, especificações e necessidades da indústria, quanto da necessidade de ser cada vez mais eficiente no que diz respeito a sustentabilidade. Todas as soluções que propomos e que permitem a redução de peso e consumo de material caminham nesta direção”, finaliza o gerente.

Tag

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo