Bulher
NotíciasPlástico

Companhias fecham acordo para demonstração em escala piloto do Optiperm

Compact Membrane Systems, Inc e Braskem desenvolvem tecnologia para separação de olefina-parafina

 A Compact Membrane Systems, Inc. (CMS) e a Braskem anunciam acordo para o desenvolvimento conjunto de uma demonstração piloto em escala da tecnologia de separação de olefina-parafina Optiperm, pertencente à CMS.
 
O Optiperm, tecnologia inovadora de membranas da CMS, foi projetado para aumentar a eficiência da produção de olefinas enquanto reduz a geração de resíduos, emissões de carbono e o consumo energético. A natureza modular das membranas permite a recuperação de olefinas do processo produtivo, desafogando a produção e aproveitando a infraestrutura existente com mais eficiência em termos energéticos.

A CMS e a Braskem reconhecem que aumentar a recuperação de olefinas de processos de produção de hidrocarbonetos é essencial para diminuir o impacto ambiental, ao mesmo tempo que entendem a importância de produzir químicos que serão os blocos de construção para resinas plásticas e outros produtos para diversos segmentos, como saúde e higiene, embalagens de alimentos, construção, fabricação, automóveis, agronegócio, entre outros.
 
Erica Nemser, CEO da Compact Membrane Systems afirma “A CMS está entusiasmada para começar a executar este projeto. A Braskem tem um histórico de reconhecimento e implementação de tecnologia de ponta, o que a torna líder do setor em inovação. Uma parceira ideal para a implantação do Optiperm, a Braskem tem a capacidade e a visão para implementar a tecnologia e concretizar todo o seu potencial”.
 
Essa será a segunda demonstração de campo do Optiperm, sendo que a tecnologia é aplicável nos mais diversos processos. O projeto abordará os marcos críticos da produção simultânea de fluxos ricos em parafina e olefina de alta pureza (superior a 90%), cápsulas de membrana em escala comercial e implementação de um método proprietário de umidificação.

A Zeton — líder mundial em projeto e construção de sistemas de escala laboratorial, plantas piloto, plantas de demonstração e sistemas modulares — foi selecionada para comandar a construção da planta piloto, que deve começar no primeiro trimestre de 2021. 
 
Gus Hutras, responsável pela área de tecnologia de processos da Braskem destaca “Temos em comum com a CMS uma crença de que a inovação é um conceito fundamental que impulsiona maior competitividade e melhor sustentabilidade em todas as nossas cadeias produtivas. Nossa expectativa é que o Optiperm desempenhe um papel importante na estratégia de inovação contínua da Braskem”.
 
A unidade piloto será implantada em uma unidade de produção da Braskem, nos Estados Unidos, em 2021 e operada por um período de 500 dias. A demonstração bem-sucedida de seu desempenho abrirá caminho para a implementação do Optiperm em diversos fluxos de processo. 
 
 Quer saber mais sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para saber mais novidades receber os conteúdos de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo