mc components muck maq
EconomiaEmpresaNotíciasPlásticoSustentabilidade

Programa Pellet Zero – OCS para distribuidores de resinas plásticas

Plastivida e ADIRPLAST apresentam o programa com objetivo de ajudar empresas a evitarem perdas de pellets no ambiente

A ADIRPLAST (Associação Brasileira dos Distribuidores de Resinas Plásticas e Afins), parte do Fórum Setorial dos Plásticos – Por um Mar Limpo, reunirá seus associados para apresentar o “Programa Pellet Zero – OCS”. O evento terá a participação da Plastivida, licenciadora do Programa Internacional Operation Clean Sweep em parceria com o Instituto Oceanográfico da USP (IOUSP), que mostrarão o processo de implementação do Programa.

O programa possui o objetivo de auxiliar as empresas na eliminação de eventual perda de pellets plásticos para o ambiente. O modelo de implementação, totalmente inovador na América Latina, segue os parâmetros estabelecidos dentro do “Fórum Setorial dos Plásticos – Por Um Mar Limpo” e baseado no Manual do Programa Pellets Zero do programa internacional “Operation Clean Sweep”, adaptado à realidade brasileira.

O Manual busca atender às metas previstas pelo Objetivo do Desenvolvimento Sustentável nº 14 (ODS-14), de conservação e uso sustentável dos oceanos, e às assumidas pelos governos de diversos países e por organizações intencionais da sociedade civil, durante a Conferência das Nações Unidas para os Oceanos, em 2017.

As empresas que assinam o compromisso com o Programa Pellet Zero – OCS recebem a certificação, e com o processo de implementação do Programa, realizado em fases, as graduações são acrescentadas a seu certificado. Neste momento, a empresa opta por seguir os parâmetros do OCSBlue, conseguindo, assim a quinta e última estrela. “O modelo de implementação, desenvolvido no Brasil e aprovado pelo OCS, evidencia que a certificação é um processo contínuo de desenvolvimento e monitoramento, feito de forma transparente e rastreável”, afirma o presidente da Plastivida, Miguel Bahiense. 

Para Laercio Gonçalves, presidente da ADIRPLAST, o Programa mostra como é possível que as empresas do segmento no país alinhem seus objetivos e cresçam de forma mais sustentável: “Com esse projeto temos a oportunidade de elevar a indústria brasileira de transformação a um patamar de excelência, superior até aos índices mundiais de eficiência. É um desafio enorme e uma oportunidade única, com potencial de ganhos expressivos para toda a cadeia”, comenta.

Em junho, a implementação foi apresentada para a indústria petroquímica, signatárias do “Compromisso Voluntário a Favor da Economia Circular” e para as empresas que atendem à logística dessa indústria e, na sequência, o lançamento oficial do Programa.

Quer saber mais sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para saber mais novidades receber os conteúdos de qualidade do mercado plástico.

Tag

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar