Bulher
Plástico pelo mundo

Plástico pelo Mundo: Reciclagem, Cientistas do Reino Unido, Casa com material reciclado e muito mais!

Investigadores criaram nova solução limpa e economica de reciclar plástico

Um grupo de investigadores do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne (RMIT University), na Austrália, desenvolveu uma nova solução limpa e económica de reciclar o plástico usado, transformando-o em nanotubos de carbono e combustível líquido limpo (bio-óleo). A experiência teve como foco o polipropileno, no entanto, pode ser aplicado a todo o tipo de plásticos. Torna-se assim uma solução sustentável de gestão de resíduos plásticos, de baixo custo, e com contribuição para a economia circular.

Como explicam no estudo publicado no Journal of Environmental Management, os resíduos depolipropileno sofrem uma deposição química em vapor, com recurso a biochar, uma forma de carvão rica em carbono, proveniente de resíduos agrícolas e orgânicos, que é frequentemente usada para melhorar a qualidade dos solos. Durante o processo são eliminados os contaminantes tóxicos e os plásticos são convertidos em combustível líquido, e ao mesmo tempo, o carbono do plástico é convertido em nanotubos de carbono.

Embalagem é sinal de sustentabilidade para 60% dos consumidores

A embalagem é um fator determinante para a percepção de sustentabilidade na moda. É o que aponta uma pesquisa realizada pela Smurfit Kappa, empresa de embalagens sustentáveis, que ouviu mais de 1 mil consumidores brasileiros. Quase 6 em cada 10 entrevistados afirmam que o uso de materiais recicláveis é um ponto decisivo para decidir se uma grife é, ou não, sustentével.

Para 65% dos entrevistados, o uso de materiais recicláveis nas sacolas é um fator determinante para a compra de uma roupa, diz a pesquisa. São três os fatores que mais impactam a percepção dos consumidores envolvendo as embalagens: se ela é biodegradável, se pode ser reciclada ou se é feita de materiais reciclados. Outro dado curioso é que metade dos entrevistados afirma que presta atenção nos textos e símbolos presentes no pacote, e tiram conclusões a partir dessas informações.

PCT Guamá e parceiros constroem e inauguram casa com material reciclado

Além de dois quartos, um banheiro, sala, cozinha e área de serviço, os cerca de 40 m² da “Casa Sustentável” abrigam também muita tecnologia e inovação: os tijolos e pisos foram construídos a partir do reaproveitamento de materiais como plástico, vidro e rejeitos da mineração. Segundo a Amazon Recover, empresa idealizadora do projeto, o custo dos materiais foi 30% menor do que o utilizado nas construções tradicionais.

A casa representa a entrega final de um termo de fomento firmado entre Governo do Pará, por meio da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), responsável pelo aporte financeiro para a implantação do projeto, e a Fundação Guamá, responsável pela execução. Na pequena fábrica instalada no PCT Guamá, os engenheiros customizaram equipamentos e montaram a estrutura necessária para a fabricação dos tijolos, blocos e pisos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo