Super Finishing
Notícias

Leite é matéria-prima para filme comestível e biodegradável

A invenção vem para suprir uma necessidade da cadeia plástica, já que o filme não pode ser reciclado. Assim, com a produção do filme comestível e degradável a poluição pode ser muito menor

 

Reciclagem é um dos processos mais importantes da atualidade e pode ser aplicada a quase todas as embalagens plásticas que compramos nos supermercados. Mas, sabe aquele filme que protege queijos e carnes? Bom, para esse há uma nova solução: o filme comestível feito de leite!

Pesquisadores do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) descobriram que uma proteína do leite chamada caseína pode ser usada para desenvolver um filme comestível e biodegradável.

O filme à base de caseína é até 500 vezes melhor do que o filme plástico em isolar o oxigênio da comida porque as proteínas formam uma rede mais fechada quando se polimerizam, de acordo com a pesquisa. A descoberta também é mais eficaz do que as atuais embalagens comestíveis à base de amido e protege alimentos sensíveis à luz.

Diferente do que muitos acreditam, para esse filme não é recomendada a reciclagem. É mais difícil de reciclar e até pode contaminar a comida com substâncias químicas nocivas.

Como o filme de caseína se dissolve em água, um dos pontos negativos quando se trata de porções individuais é a necessidade de caixas maiores de papelão ou plástico não dissolúvel para manter o conteúdo limpo e seco. Vamos acompanhar para ver se a descoberta será produzida em escala industrial!

Tag

Artigos relacionados