Bulher
Notícias

Companhia celebra 10 anos de sua fábrica em Campo Largo

Com capacidade produtiva de 4,5 bilhões de embalagens por ano, a SIG gerou mais de 1.600 empregos, diretos e indiretos

A SIG, empresa especializada em soluções de envase e embalagens cartonadas, comemora em 2021, 10 anos da abertura de sua fábrica na cidade de Campo Largo, no estado do Paraná. A empresa está no Brasil desde 2003, mas em 2011 construiu sua planta para atender a demanda brasileira que hoje representa 74% do mercado de embalagens cartonadas da América Latina, sendo também uma das principais em consumo de leite e de alto potencial para outros países da região. 

Com investimento inicial de 90 milhões de euros na fábrica, a SIG, ao longo desses 10 anos, passou por cinco ampliações que levaram a um investimento em torno de 160 milhões de euros. Em 2011, eram 200 colaboradores e a fábrica possuía uma capacidade produtiva inicial de 1 bilhão de embalagens por ano. Por conta da grande atuação da empresa no mercado, hoje ela conta com mais de 600 colaboradores somente na América do Sul e sua capacidade produtiva é de 4,5 bilhões de embalagens por ano. Estima-se que além dos empregos diretos, a empresa gerou mais de mil indiretos, considerando toda a cadeia produtiva como matérias primas, logística, entre outros.  

Segundo resultados da última pesquisa da satisfação realizada pela empresa, os clientes consideram a SIG uma empresa confiável, com uma estrutura local sólida e que pode atender aos clientes de forma rápida e eficiente. 

Ricardo Rodriguez, Presidente e Gerente Geral Américas da SIG diz “Construímos uma história de sucesso ao longo desses 10 anos, a empresa cresceu e teve recorde de produção durante três meses seguidos em 2020, mesmo com a pandemia. Nossa expectativa é continuar crescendo e contribuindo para um ambiente sustentável através da produção de nossos produtos”. 

Além dos investimentos e da geração de empregos durante essa década, a SIG continua contribuindo para o desenvolvimento do mercado de alimentos e bebidas, principalmente no segmento de laticínios, atendendo grandes marcas como Nestlé, Shefa, Pepsico, Frimesa, Tirol, Cemil, Vigor, entre outras.  

A empresa se preocupa com projetos que contribuem para a conscientização da população quanto a reciclagem, apoiando o desenvolvimento de uma cadeia de reciclagem efetiva das suas embalagens. 

A planta de Campo Largo possui as certificações de matérias primas, ASI, para o alumínio e o ISCC Plus para o polietileno utilizados na produção de suas embalagens, comprovando a procedência sustentável de todos os materiais. Já que todo o papel também possui a certificação FSC ™. A fábrica também é considerada uma planta de aterro zero, já que todos os resíduos produzidos são encaminhados para a reciclagem ou compostagem segura.  

A SIG é investidor semente do Programa Cidade +, desenvolvido pela ONG Recicleiros desde 2018, onde as prefeituras de cada estado têm a oportunidade de implementar uma política de coleta seletiva em municípios. Hoje, já atuam em 17 deles em todo o Brasil. Além disso, lançaram em 2019 uma parceria com a startup So+ma Vantagens, abrindo uma casa no bairro CIC em Curitiba, onde os consumidores são estimulados a trocar materiais reciclados por pontos, e esses pontos podem ser trocados posteriormente por itens da cesta básica, cursos profissionalizantes e até descontos em serviços.  

A empresa possui metas ambiciosas para os próximos anos, começando pela construção de uma nova planta industrial no México, que deverá ficar pronta em 2023 e permitirá explorar o potencial de crescimento na América do Norte, além de manter o crescimento de dois dígitos anuais que vem alcançando nos últimos anos na América do Sul.  

Quer estar sempre informado sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para receber novidades e conteúdo de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo