Plastico Brasil
Notícias

O que é, quais os tipos e onde são utilizadas as resinas epóxi?

Uma resina epóxi ou poliepóxido é um plástico termorrígido que endurece a partir da mistura com um agente catalisador ou agente de cura e apresenta grande resistência mecânica e química, com excelente capacidade de aderência a metais, cerâmicas e madeiras.

As resinas epóxi tem diversos gêneros, cada um de acordo com a produção de um tipo de substância epóxi, classificadas da seguinte maneira:

1 – Epóxi novalocas: produção realizada pela polimerização de condensação dos grupos de hidroxila de uma resina de feno-formaldeído com epicloridrina; devido o alto índice de cross-linking, possui mais resistência térmica, química e elevada dureza.

2 – Epóxi cíclicas alifáticas: este produto surge através da reação das substâncias dióxido de vinil-ciclo-hexano e o dióxido de diciclopentadieno, a principal característica é a resistência a ação do UV.

3 – Epóxi bromadas: são obtidas através da reação do tetrabromo bisfenol A com epicloridrina e sua principal utilização é em sistemas que necessitam de características de retardação de chamas.

4 – Epóxi fenóxi: produto com excelente resistência anticorrosiva e abrasiva, além de ter resistência química.

As resinas epóxi podem ser aplicadas em diversos segmentos da indústria. Veja a seguir:

1 – Indústria química: produção de tintas para revestimentos de tubos; manutenção industrial e de embalagens alimentícias; tintas em pó; produção de artigos esportivos; bijuterias e catalisadores

2 – Indústria elétrica e tecnológica: placas de circuito impresso, encapsulamentos de componentes eletrônicos, geradores eólicos, transformadores a seco e isoladores

3 – Indústria aeronáutica: consumo de adesivos para colagem de metais e utilização de laminados a base de epóxi, como material de matriz estrutural com o reforço de fibras de vidro, carbono e aramida.

4 – Indústria da construção civil: reformas de parquetes, revestimento de concreto, metais, madeira em geral, pisos industriais e decorativos, tambores e tanques com produtos químicos, recuperação estrutural, lábios poliméricos, reforço com fibra de carbono, chumbadores químicos, entre outros.

5 – Pintura de pisos: quadras poliesportivas, demarcação de faixas nas estradas, sinalização de vagas e outros locais que necessitam de pintura epóxi de alta resistência.

Artigos relacionados