Buhler
NotíciasPlástico

Qual a diferença entre polietileno e polipropileno?

Resistência química, fácil coloração e baixo custos são algumas características desses plásticos

O polipropileno (PP) é um termoplástico derivado do propeno reciclável. Já o polietileno (PE) representa cerca de um terço de todos os plásticos produzidos e metade de todas as embalagens de plástico.  

A princípio, o PP é um tipo de plástico que pode ser moldado, quando aquecido. Mas, já o PE, possui aquecimento mais elevado.

O PP é amplamente usado nas indústrias de mobiliário e automóveis. Isso porque, o material é mais rígido, mais duro e mais forte que o PE, podendo suportar temperaturas de +140°C durante curto período.

Apesar disso, é relativamente vulnerável a temperaturas abaixo de zero.

E ainda mais, o PP costuma ser um pouco mais caro que o PE.

As características e aplicação dos polímeros

Devido sua alta produção mundial, o polietileno é quimicamente o polímero mais simples e também o mais barato.

Portanto, sendo um dos tipos de plástico mais comuns do mercado.

Por exemplo, as características do plástico polietileno:

  • Baixo custo;
  • Resistência química elevada;
  • Resistência a solventes;
  • Fácil moldagem;
  • Fácil coloração;
  • Alta resistência à fratura por fadiga ou flexão;
  • Resistente a ambientes com temperatura inferior a 15 °C;Ótima estabilidade térmica;

O PE pode ser processado por extrusão, moldagem por sopro e moldagem por injeção. 

Assim sendo, é aplicado como filmes para:

  • Embalagens industriais e agrícolas;
  • Filmes destinados a embalagens de alimentos líquidos e sólidos;
  • Filmes laminados e plastificados para alimentos;
  • Embalagens para produtos farmacêuticos e hospitalares;
  • Brinquedos e utilidades domésticas;
  • Revestimento de fios e cabos, tubos e mangueiras;

Já o PP é um plástico com alta resistência química, e esse fator amplia sua possibilidade de uso como solução em projetos.

Inicialmente, a sua modelagem acontece pela exposição a temperaturas elevadas, sem muitas dificuldades, tomando a forma ideal para cada utilidade. 

Além disso, possui um grande equilíbrio em suas propriedades térmicas, químicas e elétricas. 

Bem como, sendo um material muito versátil, por isso tem variedade de aplicação.

O material também é muito resistente a químicos e solventes comuns.

A coloração deste material é muito comum e fácil, sendo tingido conforme a necessidade final do produto. 

É, também, um material atóxico e de baixo custo.

A aplicação do polipropileno acontece em:

  • Embalagens flexíveis (para pães, doces caseiros e etc); 
  • Embalagens para produtos de papelaria;
  • Cosméticos;
  • Brinquedos;

Quais os benefícios do polietileno e do polipropileno?

Além das inúmeras aplicabilidades, o plástico polietileno, é uma boa opção econômica, que não exige grande investimento financeiro. 

Sobretudo, é um material muito sustentável, por ser termoplástico, ao ser submetido a sua temperatura de amolecimento pode ser remoldado, formando uma nova peça plástica. 

Ainda assim, é uma ótima opção para a indústria, pela sua resistência, flexibilidade, versatilidade e fácil processamento.

Já o plástico PP é capaz de oferecer muitas vantagens em relação ao seu uso, principalmente, devido, também, à sua versatilidade em aplicações.

Ainda mais, há também outros benefícios encontrados no uso deste material, como efeito dobradiça, onde o material permite ser dobrado.

Além disso, é atóxico, o que permite que o plástico entre em contato com alimentos sem prejudicá-los

E ainda é sustentável, pode ser 100% reciclado, diminuindo, então, impactos ambientais.

Quer estar sempre informado sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para receber novidades e conteúdo de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo