Bulher
NotíciasPlástico

União Europeia e Mercosul novo acordo de livre comércio

Acordo prevê que os 28 países membros sejam isentos dos impostos por um período de 10 anos

O acordo firmado entre o Mercosul e a União Europeia possui como objetivo, que as exportações do bloco sul-americano (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai), para os 28 países membros do bloco europeu sejam isentas de impostos. E para a União Europeia, o acordo vai passar a ter as tarifas retiradas dos produtos que exporta para o Mercosul no mesmo período.

O Brasil com esse acordo poderá ter, depois de atendidos os requisitos, um acordo comercial de nova geração com um parceiro importante para a economia.

A ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos –, comentou e reconheceu a importância da finalização do Acordo de Livre Comércio (ALC) com a União Europeia para as economias do Mercosul.

“Ainda não há clareza sobre o posicionamento final em questões de grande relevância para a indústria de máquinas e equipamentos, também como os cronogramas, as regras de origem, as compras públicas e a defesa comercial. E como em toda grande negociação, é preciso observar os detalhes, e aguardar a divulgação dos textos finais do acordo para avaliar o impacto no setor,” diz a Associação.

O mercado europeu possui um grande potencial para o crescimento das exportações brasileiras de bens agrícolas, sobretudo pela competitividade agrícola do nosso país.

Para o lado industrial, existe a possibilidade de alguns ganhos que já são reconhecidos, mas que dependem da concretização de algumas reformas para darem certo, como a Reforma da Previdência, para que o país tenha sustentabilidade em suas contas públicas, e da Reforma Tributária, para corrigir o sistema ao investimento produtivo.

A ABIMAQ ainda destacou a importância da promoção de uma agenda de competitividade para que os bens industriais possam se beneficiar das oportunidades do Tratado Comercial, e de outros que já existem, além dos que vão ser firmados pelo Mercosul, e o que irá contribuir para a pauta de exportação do Bloco.

A ABIMAQ sempre na busca de uma maior competitividade para a Indústria brasileira de máquinas e equipamentos, contribuí com os Poderes Executivo e Legislativo na publicação de estudos que tratam do “Custo Brasil” e da agenda de competitividade. Com a maior inserção do Brasil no comércio internacional, a ABIMAQ visa estar cada vez mais preparada e presente na promoção de debates e de objetivos orientados á competitividade da indústria, além da melhoria do ambiente de negócios. 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Mulheres do Plastico
close-link
close-link