Bulher
Embalagem

TRESemmé apresenta novas embalagens 100% recicladas e recicláveis

TRESemmé, marca da Unilever, incorporou aos seus produtos as últimas tendências do universo da sustentabilidade

Buscando aliar alta performance e inovação à responsabilidade ambiental, TRESemmé, marca da Unilever, lança no Brasil suas novas embalagens feitas 100% de plástico Reciclado Pós Consumo (PCR) e reciclável. Com isso, a marca torna-se uma das pioneiras na categoria de cuidados para os cabelos a conquistar esta meta e comunicar ao mercado.

A produção de mudança dos frascos, do conceito à implementação, durou 11 meses e resultou em recipientes com plástico 100% reciclado e reciclável, refletindo o compromisso da marca com a redução do impacto ambiental e, atendendo a demanda dos consumidores cada vez mais atentos por ações reais por parte das empresas em relação à sustentabilidade.

Lilian Dorighello, gerente de assuntos corporativos da Unilever Brasil explica “Como organização, entendemos que é preciso um olhar holístico para avançar na agenda da redução do plástico. Por meio do foco em inovação, estamos trazendo soluções disruptivas e eficientes onde toda a cadeia de valor se beneficia. Isso passa por analisar processos, fórmulas, designs, serviços e fornecedores para repensar o impacto dos nossos produtos na sociedade. A responsabilidade socioambiental guia a estratégia de negócios da companhia há mais de uma década, e vamos avançar progressivamente em todo nosso portfólio impactando nossos consumidores, clientes, distribuidores e o nosso negócio”.

O grande desafio que a TRESemmé encarou para ter recipientes 100% reciclados e recicláveis se deu devido à complexidade técnica que o projeto envolveu. A equipe de compras buscou por fornecedores de matéria-prima que atendessem o compromisso de iniciar a jornada da economia circular.

Com a iniciativa, no Brasil, os frascos de Shampoos, Condicionadores, Cremes para Pentear e Cremes de Tratamento da marca passam a ser 100% reciclados e recicláveis, além das etiquetas e tampas. Especificamente para as tampas, está em andamento a implementação de PCR, que em breve será incorporado. Já as etiquetas, por restrições técnicas, só podem ainda ser reaproveitadas de outras maneiras.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo