Super Finishing
NotíciasPlástico

Semana do Meio Ambiente traz novidades sobre Projeto Plástico do Bem

Simplás soma atendimento em 10 instituições, 6 mil alunos e 600 professores de Caxias do Sul

O Simplás (Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho), em comemoração à Semana do Meio Ambiente, expandiu sua capacidade de atuação do programa Plástico do Bem para 36 escolas nessa terceira etapa. O último grupo de 10 instituições soma quase 6 mil alunos e 600 professores.

Ao todo, desde que a iniciativa foi deflagrada no maior município do interior do Rio Grande do Sul, em abril, já foram capacitados 11.087 estudantes e 1.198 professores de 26 escolas (15 no primeiro núcleo e 11 no segundo). “O grande objetivo é levar a Educação Ambiental ao maior número possível de pessoas e assim, promover, também, uma grande transformação econômica e social”, explica o presidente do Simplás, Jaime Lorandi. Nos próximos passos, a capacitação incluirá os núcleos 4 (12 escolas, quase 600 professores e mais de 5,5 mil alunos) e 5 (16 escolas, 600 professores e 5,6 mil alunos).

O objetivo, até o fim do ano, é concluir a implantação em todas as 81 escolas da rede municipal de Caxias do Sul, abrangendo cerca de 3,5 mil professores e 35 mil alunos, num público total, considerando-se também a participação das famílias, com apoio em casa, de 140 mil pessoas. “Estamos promovendo economia circular e Educação Ambiental na prática. Porque precisamos evoluir nesta relação com um produto que é tão benéfico para a humanidade. O Plástico do Bem só tem começo. Depois de implantado, queremos que passe a fazer parte do cotidiano das pessoas, para que, no futuro, tenhamos uma comunidade mais limpa e mais consciente das suas responsabilidades na destinação correta daquilo que consome”, conclui Lorandi.

Plástico do Bem

Plástico do Bem é um projeto de Educação Ambiental criado e desenvolvido pelo Simplás. A iniciativa capacita educadores para multiplicar informações e conhecimento entre crianças e adolescentes em idade escolar, com o objetivo de conscientizar e estimular a adoção de novos hábitos de separação, limpeza e destinação correta de resíduos plásticos pós-consumo pela população atual e futuras gerações de adultos.

Em paralelo, o material arrecadado pelos estudantes e suas famílias nas próprias residências e vizinhanças é reunido e comercializado pelas escolas, e assim, gera renda extra para cada instituição aplicar da forma que considerar mais adequada. O ciclo se completa com a participação de uma empresa recicladora conveniada, que faz a coleta, aquisição, processamento e reinserção de todo o volume na cadeia econômica do plástico.

A parte didática da capacitação de educadores e estudantes conta com a parceria do Instituto Brasileiro do PVC e do instituto sócio-ambiental Plastivida.

Tag

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo