Super Finishing
Notícias

Saiba quais empresas investiram em embalagem no FI Innovation Awards

Dentre as empresas finalistas da edição 2016 do Fi Innovation Awards, a principal premiação nacional da indústria de ingredientes alimentícios e produtos alimentícios, algumas apresentam inovações que envolvem a embalagem, em geral feitas de plástico.

Das 25 competidoras, as doze mais bem avaliadas concorrem nas categorias Produto Final Mais Inovador, Produto Final Funcional Mais Inovador, Ingrediente Alimentício Mais Inovador e Ingrediente Funcional Mais Inovador. As vencedoras serão conhecidas em premiação no dia 23 de agosto, às 20h, no primeiro dia da Food ingredients South America (FiSA), no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

A 20ª edição da FiSA será realizada de 23 a 25 de agosto no Transamérica Expo Center, em São Paulo. São esperados mais de 10.500 visitantes, que poderão conferir as novidades de 700 marcas expositoras de 42 países.

 

Conheça as empresas cujo produto final é composto por embalagem diferenciada:

 

JBS/Seara: frango pode ser assado dentro da embalagem

A JBS/Seara concorre com o “Frango Assa+Fácil”. Temperado com manteiga de ervas e resfriado, o frango é produzido com tecnologia inovadora que permite assar o frango na própria embalagem, direto da geladeira para o forno, sem trabalho e sem sujeira na cozinha.

No forno, quando o produto está pronto, a embalagem abre levemente na lateral, liberando o vapor e garantindo máxima suculência e sabor. Além disso, este produto reduz o consumo de embalagens e descarte de resíduos, colaborando para o meio ambiente.

 

Capsugel: produto é envasado em processo exclusivo

A Capsugel, líder mundial na fabricação de cápsulas duras e de soluções inovadoras orais, concorre na categoria com KRIAM e PREST. O produto foi lançado este ano e é feito à base do óleo SuperbaKrill.

De acordo com a Capsugel, o óleo de Krillé, por si só, alternativa única na administração de EPA e DHA por ser um fosfolipídio, permitindo assim maior biodisponibilidade ou absorção dos ácidos graxos.

Além disso, ele é envasado a partir da tecnologia LICAPS, processo exclusivo e patenteado, que isola o nutriente da oxidação (extremamente nocivo à integridade do óleo de Krill), garantindo estabilidade e manutenção de funcionalidade. Segundo a empresa, o produto ainda evite o refluxo indesejado das terapias tradicionais de ômega e proporciona menor odor e gosto residual.

Tag

Artigos relacionados