Plastico Brasil
Notícias

Sabe qual a importância da NF-e para sua empresa?

Conheça a versão atualizada da NF-e

A Nota Fiscal eletrônica (NF-e) tem como objetivo substituir documentos fiscais emitidos em papéis por documentos eletrônicos. A NF-e serve para a comprovação de transações como compra de mercadorias ou prestações de serviços, documento de existência digital que garante os direitos dos consumidores, além de evitar a evasão do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

A NF-e é a ‘certidão de nascimento da compra virtual’ e nela constam as informações necessárias e importantes como e quando o consumidor adquiriu o produto ou serviço, garantia, série, modelo, marca e valor, além de manter a empresa em dia gerando confiança aos fornecedores e clientes, com um arquivo eletrônico emitido digitalmente em formato XML.

Os benefícios da NF-e para o contribuinte é a redução de custo com impressão, aquisição de papel, envio de documento fiscal, armazenamento dos documentos, de tempo e a simplificação de obrigações acessórias. Já para o comprador os benefícios são outros, como a eliminação de digitação de notas fiscais, planejamento de logística e redução de erros de escrituração. Para a sociedade os pontos positivos da NF-e são a redução de consumo de papel e menor impacto em termos ambientais, incentivo ao uso de novas tecnologias e para a administração tributárias a NF-e contribui na melhoria do processo de controle fiscal, além de reduzir os custos no processo de controle das notas fiscais capturadas pela fiscalização de mercadorias em trânsito.

A NF-e ganha nova atualização

Todo processo precisa de atualização e foi o que ocorreu com o sistema da NF-e em 2017. A Secretaria do Estado e da Fazenda (SEFAZ), começou a implementação desta atualização da NF-e, a 4.0, e o modelo anterior, o 3.1 será desativado em breve.

Umas das principais mudanças ocorreu no layout, com alterações nas informações inseridas e categorias, o protocolo de segurança dos dados e das emissões também contou com mudanças, a partir da versão 4.0 será permitido unicamente o protocolo TLS 1.2 ou em versão superior, não será autorizada a comunicação via protocolo SSL, esta alteração foi idealizada devido a falta de segurança oferecida no uso do protocolo SSL.

A forma de pagamento sofreu alterações, com aumento de opções e inserção da opção ‘valor do troco’. O campo de informação também passou por pequenas mudanças, agora o usuário pode escolher mais de duas modalidades de frete. A rastreabilidade do produto também passou por mudanças positivas e agora será possível inserir informações para rastrear os produtos, sendo principalmente para os itens sujeitos a regulação sanitária, como detalhamento do produto, número do lote, quantidade do produto, data de fabricação e data de validade. E para as NF-e referente aos medicamentos será necessário informar o código da ANVISA.

Acompanhe o cronograma da nova versão 4.0:

Ambiente de homologação: Teve início em 01 de junho, foi o período de testes para a homologação da nova versão;

Ambiente de produção: Começou em 01 de agosto, iniciou as emissões de NF-e pela versão 4.0, podendo optar qual versão deseja emitir a NF-e;

Desativação da versão 3.1: Está prevista para 06 de novembro, a migração começa efetivamente para a versão 4.0. Porém a desativação completa vai acontecer em 02 de abril do próximo ano, que é quando o layout antigo 3.1 será desativado.

Caso não seja realizada a mudança no prazo limite para a versão 4.0, você não poderá emitir notas fiscais, correndo o risco de ficar com o seu empreendimento irregular.

Tag

Artigos relacionados