Bulher
DestaqueNotíciasPlástico

Resinas recicladas: passos pequenos de uma longa jornada

Marketing digital pode ser o ponto chave para as resinas recicladas crescerem no mercado

As resinas PET recicladas hoje, sofrem grandes desafios no mercado, mesmo que a reciclagem possua uma grande abertura, que é a coleta. O PET reciclado enfrenta as variabilidades do preço no mercado, que possui como base as resinas PET virgens, que derivam do preço do petróleo, do dólar.

Durante os 30 últimos anos, a ABIPET (Associação Brasileira da Indústria do PET) desenvolveu programas técnicos, mercadológicos e sociais para ver a reciclagem crescer, mas, é um esforço muito grande para fazer a coleta de garrafas descartadas evoluir, usando somente os mecanismos tradicionais de cooperativas e catadores. Segundo a ABIPET, hoje a coleta, é de longe a maior abertura para melhorar a reciclagem e a contribuição de quem recicla, para com o meio ambiente acabada não sendo valorizada como deveria.

A matéria-prima orgânica é capaz de reduzir custos, despesas e a poluição, sendo uma maneira de transformar o plástico em outros produtos. Nesse processo, a Economia Circular tem sido muito discutida, com o objetivo de repensar. A pirâmide que a Economia Circular preza, para uma melhora no desenvolvimento de embalagens sustentáveis, é que é necessário repensar, para reduzir, em seguida reutilizar e depois reciclar, para então recuperar e tratar para dispor desse processo.

Auri Marçon, presidente da ABIPET, comenta que o mercado PET é muito promissor, engajado já há muitos anos em soluções de questões ambientais. “O PET possui diversas aplicações, ou seja, quem fabricar ou vender seu produto embalado no PET, possui mais chances de ser novamente reciclado. O desafio do PET é a coleta, hoje cerca 40% do reciclador PET do Brasil trabalha com ociosidade, por falta de separação que abasteça a unidade reciclada. O empenho hoje da Associação junto aos órgãos públicos é mobilizar para que tenha a coleta”, diz.

A demanda das resinas virgens ainda é muito maior que a resinas recicladas, pois o mercado não possui as informações sobre a importância da resina reciclada e como a qualidade é tão boa quanto uma resina virgem, além de possuir benefícios para o meio ambiente e para a população, pois a reciclagem gera empregos.  O problema não está na falta de matéria-prima, o problema está na falta de coleta dessa matéria-prima, ou seja, não há coleta de PET, mesmo sendo um dos plásticos mais reciclados no país.

Hoje com empresas adotando a indústria 4.0, é necessário sempre ter métodos inovadores para que a sua indústria seja visível e tenha formas de destaque no mercado. O marketing digital é uma das formas mais eficientes de estar por dentro do 4.0 e melhorar as questões das resinas recicladas para o mercado, trazendo o foco para a sua importância e para o mercado.

No mercado de plásticos, o PET é o mais coletado, puxando a média dos outros plásticos para cima, e o PET reciclado pode ser transformado em produtos que já existem, não é necessário inventar novos produtos, o desafio está hoje nas demandas de quem busca coletar esses plásticos.

O grande desafio que o PET reciclado sofre hoje, é que a coleta de lixo é bem pequena no país, dificultando a matéria-prima para a indústria de embalagem e o preço do PET reciclado é bem menor que o preço da resina virgem, e envolvendo outros processos para chegar no mercado.

O marketing possui um grande papel no mercado, e hoje as grandes marcas precisam se envolver no mercado para valorizar a reciclagem, mostrando a importância da utilização da resinas recicladas, e mostrando que o plástico não é o vilão da história, assumindo o compromisso de levar para o mercado um produto reciclado que possui tanta qualidade quanto o outro.

O marketing digital hoje traz em seu objetivo, fazer com que a sua empresa consiga atingir o seu público alvo de maneira assertiva, fazendo ações estratégicas que são direcionadas para esse tipo de público. Para que as resinas recicladas possam crescer no mercado e demonstrar que elas possuem a mesma qualidade das resinas virgens, as grandes marcas precisam investir no marketing para esse produto, mostrando todo o processo e as ações necessárias para a sua fabricação. Além de mostrarem para o mercado que um produto assim não pode ser depreciado, pois é importante para toda a cadeia de plásticos e da sustentabilidade.

Quer saber mais sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para saber mais novidades receber os conteúdos de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Mulheres do Plastico
close-link
close-link