Banner Diamante Plástico 10 anos
NotíciasPlástico

Reciclagem na sapucaí entra para livro de recordes

Sesc RJ, que realizou a ação com o apoio de diversos parceiros, receberá o título por maior reciclagem de resíduos

O conhecido Livro dos Recordes, Guinness World Records, atribuiu o mais novo título brasileiro a figurar na publicação que contempla os maiores feitos mundiais. Isto é, o Carnaval da Sapucaí 2023 foi a maior ação de reciclagem de latas de alumínio do mundo, por meio do projeto Recicla Sapucaí. O projeto ainda coletou outros tipos de resíduos, como plástico e papelão.

Sobretudo, a ação foi uma união de forças capitaneada pelo Sesc RJ — detentor oficial do título —, que contou com o apoio do Instituto Fecomércio de Sustentabilidade.

Bem como, da Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba), Abralatas (Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio), por meio do programa internacional Cada Lata Conta, além de catadores de material reciclável. 

Leia mais:

Os desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, registraram cerca de 10 toneladas do item recolhidas. Toda a renda obtida se reverte aos 108 catadores contratados.

sapucaí

Processo que facilita o manuseio dos resíduos

Além das latas, a força-tarefa recolheu outros itens. Também foram coletados, junto aos foliões, garrafas PET e outros resíduos por meio de 15 máquinas Retorna Machine. 

Já a máquina ReVIDRO triturou as garrafas de vidro dispensadas pelos bares, transformando-as imediatamente em areia. Assim, reduzindo o volume e acabando com o risco de acidentes com o manuseio. 

Bem como, em diferentes setores do Sambódromo foram dispostas bombonas coletoras de óleo, onde foram depositadas dezenas de litros de óleo vegetal oriundas das cozinhas das áreas de alimentação. Todo o material foi destinado à reciclagem.

Looks reciclados e recicláveis

Quem esteve na avenida do samba foi estimulado a descartar seus resíduos de forma correta por agentes sensibilizadores. Entre eles, modelos vestindo trajes customizados pelo estilista Guilherme Tavares. 

Isso porque, o artista transformou os plásticos e metais em diferentes looks, chamando a atenção do público para a questão ambiental e para os pontos de coleta.

Sobretudo, o certificado foi entregue antes do Desfile das Campeãs, após a apresentação da Embaixadores da Alegria, escola de samba formada por pessoas com deficiência e que comemorava 15 anos na ocasião. 

Quer estar sempre informado sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para receber novidades e conteúdo de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo