mc components muck maq
EconomiaNotíciasPlástico

Produção Industrial mostra crescimento de 0,9% em janeiro

Setor ainda acumula queda de 1% em 12 meses mesmo com produção apresentando crescimento

Segundo o IBGE, a produção industrial cresceu 0,9% em janeiro, em comparação com dezembro. O resultado interrompe dois meses de queda do setor, período em que a perda acumulada chegou a 2,4%.

Esse resultado é o melhor janeiro desde 2017, quando ficou em 1,1%, e o avanço mensal mais forte desde outubro de 2019, quando teve alta de 0,9%. O resultado é melhor que o esperado das projeções de analistas, que previam 0,7% no primeiro mês do ano.

Na comparação com janeiro do ano passado, porém, houve uma queda de 0,9%, com recuo acumulado dos últimos 12 meses (-1%).  Mesmo com o bom desempenho em janeiro, o setor industrial, ainda se encontra 17,1% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011.

Os dados do IBGE, mostram que a produção avançou em janeiro em 17 dos 26 ramos pesquisados, com destaque para máquinas e equipamentos (11,5%), veículos automotores, reboques e carrocerias (4,0%), metalurgia (6,1%), produtos alimentícios (1,6%).

Já as quedas mais relevantes em janeiro foram registradas nos ramos de impressão e reprodução de gravações (-54,7%) e indústrias extrativas (-3,1%). Entre as grandes categorias econômicas, bens de capital, registraram alta de 12,6% e bens de consumo duráveis, 3,7%.

André Macedo, gerente da pesquisa do Valor Data destaca “o crescimento nestes grupos aconteceu sobre uma base fraca. Bens de capital cresceu 12,6% em janeiro, lembrando que somente em dezembro havia recuado 12,3%, o que dá a dimensão da perda”.

Macedo afirma que o crescimento de janeiro precisa ser relativizado e o que resultado não indica uma mudança na trajetória do setor.

O IBGE divulgou que o PIB da indústria cresceu 0,5% em 2019, mantendo o mesmo ritmo registrado em 2018, afetada pelo recuo da indústria extrativa e queda das exportações. Devido a crise do coronavírus, os economistas avaliam que a economia brasileira deve crescer menos que o inicialmente esperado em 2020.

O boletim Focus divulgou pelo Banco Central, que o mercado financeiro baixou a previsão de crescimento para a economia brasileira em 2020, de 2,17% para 1,99%, sendo a quarta queda consecutiva do indicador. A previsão dos analistas para a alta produção industrial em 2020, foi reduzida de 2,41% para 2%.

Quer saber mais sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para saber mais novidades receber os conteúdos de qualidade do mercado plástico.

Tag

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar