Bulher
NotíciasSustentabilidade

Primeiro solvente a partir de fonte renovável é criado

Braskem investiu cerca de R$ 1 milhão para o desenvolvimento da solução a partir da cana-de-açúcar

A Braskem anuncia seu primeiro solvente feito a partir de fonte renovável. A solução que é feita a partir da cana-de-açúcar já foi implementada por clientes da companhia e outros que estão em fase de testes. O produto chega no mercado para reforçar o portfólio de especialidades químicas da companhia e atende aplicações em segmentos como tintas, tíneres e adesivos.

Feitos à base de cana-de-açúcar, o HE-70S possui investimento de R$ 1 milhão e conta com o compromisso por soluções sustentáveis. O novo solvente oxigenado de origem renovável possui menor toxicidade, além de maior poder de solvência quando comparado aos solventes tradicionais. A nova solução pertence ao grupo dos solventes oxigenados e chega para reforçar o portfólio de especialidades químicas. O solvente HE-70S é o primeiro produto desenvolvido pelo Laboratório de Solventes, inaugurado pela Braskem em 2018, no Polo Petroquímico do Grande ABC (SP).

No Brasil, o mercado de solventes hidrocarbônicos e oxigenados representa cerca de 700 mil toneladas anualmente. A Braskem busca oferecer alternativas para que o setor cresça de forma sustentável, vivendo em prol da Química Verde. Ela possui como estratégia que os bioprodutos possam ser utilizados como ferramenta de captura de carbono, contribuindo para a redução na emissão de gases do efeito estufa.

A Braskem anunciou em 2018 seu compromisso com a Economia Circular, onde leva em consideração a produção, utilização e descarte de materiais de maneira cíclica.  Hoje, a Braskem conta com três soluções renováveis, mas foi em 2010 que começou a utilizar a cana de açúcar com a produção de Plástico Verde em escala industrial.

Contando com os três produtos renováveis, a Braskem possui em seu portifólio, o Polietileno Verde, que é produzido a partir da cana de açúcar e hoje já existem mais de 150 produtos em todo o mundo, nos setores alimentício, bebidas, entre outros. O EVA, resina que também é produzida a partir da cana de açúcar, é destinada a aplicações em setores como calçadista, automotivo e transporte.

Já o recém lançado solvente HE-70S, também feito a partir da cana de açúcar é destinado a segmentos como tintas, tíneres e adesivos.

“O PE Verde um é resultado da combinação de inovação, tecnologia, sustentabilidade e de um investimento de US$ 290 milhões na unidade industrial.”, comenta Gustavo Sergi, diretor de Químicos Renováveis da Braskem.

Com o objetivo de que a sociedade possa utilizar cada vez mais soluções sustentáveis por meio do uso do plástico, a Braskem busca sempre novas soluções para produção de insumos sustentáveis.

Quer saber mais sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para saber mais novidades receber os conteúdos de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Mulheres do Plastico
close-link
close-link