Bulher
EconomiaEmbalagemEmpresaNotíciasPlásticoPlástico pelo mundoSustentabilidade

[Plástico pelo Mundo]: Veja as novidades da semana

Acompanhe o que rolou no mundo do plástico

Chegaram os baldes e vassouras feitos de plástico marítimo reciclado

A empresa portuguesa, Gapil, lançou a gama Ocean, que apresenta utensílios de limpeza em que 20% da composição é de material reciclado.

São 35 produtos pensados para a limpeza e organização da casa, desde escovas, vassouras, sacos para lixo, baldes, caixas para arrumação, entre outros.

Empresa transforma plástico em asfalto 3x mais resistente

A empresa escocesa MacRebur, desenvolveu uma tecnologia que transforma lixos plásticos em um material capaz de substituir componentes básicos da construção de asfaltos.

O CEO da empresa e idealizador do projeto, Toby McCartney, afirma que o composto é 60% mais forte do que o betume, substância tradicionalmente utilizada para este fim. Além de transformar a presença deste material no meio ambiente, este projeto ainda colabora para a redução da quantidade de poluentes do petróleo no asfalto.

A ideia de transformar lixo em asfalto surgiu quando McCarteney, em uma viagem à Índia, observou que alguns cidadãos tapavam buracos misturando diesel com o lixo plástico. Depois de algumas horas, os resíduos derretiam e formavam um enchimento duro. 

Projeto de produção microbiológica produz plástico biodegradável

Transformar microrganismos encontrados em substratos de carbono em plástico PHB (Polihidroxibutirato) é o objetivo do projeto ‘Produção Microbiológica de Plástico Biodegradável’, como forma de diminuir os impactos no meio ambiente, utilizando tecnologia e inovação.

O plástico produzido a partir do PHB se transforma em produtos que se assemelham aos que são fabricados em plásticos de origem petroquímica, podendo ser utilizado para realização de vários produtos, entre eles, embalagens de comida, de produtos estéticos e outros materiais.

Os pesquisadores pensam em um dia vender a tecnologia para grandes empresas que já produzem o PHB, porém com um custo-benefício melhor, visto que a produção, atualmente, é realizada por meio da cana-de-açúcar e do milho. Um dos benefícios apontados pelos pesquisadores é a biodegradabilidade em poucos dias. Com isso, as empresas terão maior economia.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Mulheres do Plastico
close-link
close-link