Bulher
EconomiaEmbalagemEmpresaNotíciasPlásticoPlástico pelo mundoSustentabilidade

Plástico pelo Mundo: Tecnologia para EPIs, Basf, Sony e muito mais

Fique por dentro do que aconteceu no mundo do plástico

Reino Unido usa tecnologia para transformar EPIs em plástico reutilizável

O Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido está usando uma tecnologia para transformar EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) em blocos de plástico, fazendo com que o material possa ser reutilizado. Materiais como máscaras e aventais usados para a prevenção contra o contágio do novo coronavírus são transformados até em cadeiras escolares. 

Para isso, o Thermal Compaction Group desenvolveu uma máquina que compacta sacos com EPIs em blocos em apenas uma hora. Esses blocos possuem cerca de um metro de comprimento e podem ser usados como matéria-prima para a produção de diversos objetos. A máquina é especializada em compactar o polipropileno, que é o material utilizado nos EPIs. Os blocos são transformados em cadeiras escolares, caixas de ferramentas, entre outros.

BASF lança TPU produzido a partir de recursos renováveis para calçados

Há mais de 40 anos, a BASF desenvolve materiais de calçados personalizados e de alta performance. Agora, o portfólio de poliuretano da companhia ganha mais um reforço com o Elastollan N Bio-based, um poliuretano termoplástico (TPU) de base biológica produzido a partir de recursos renováveis. A empresa diz que o TPU para calçados é sinônimo de performance, sustentabilidade e inovação. Por meio dessa tecnologia, tornam a produção de sapatos cada vez mais sustentável.

Os clientes podem escolher entre TPU ou um sistema PU (poliuretano), de acordo com a aplicação do calçado. Nessa abordagem, a substituição de matérias-primas fósseis por renováveis já ocorre durante a fabricação de produtos químicos básicos. Isso permite diminuir o gasto de recursos fósseis, reduzir os gases de efeito estufa e garantir as propriedades químicas e mecânicas estabelecidas dos sistemas existentes. O Elastollan N possui boa resistência à abrasão e à tração, além de garantir flexibilidade de baixa temperatura e capacidade de amortecimento.

Embalagens do PS5 agora são totalmente recicláveis

Atualmente, muitas empresas buscam por alternativas sustentáveis de produção, como uma forma de conseguir incentivos fiscais e de obter mais apoio de seus consumidores. De olho nessa tendência, a Sony anunciou mudanças no processo de embalagem do novo PS5, que agora é composta de itens totalmente recicláveis.

A nova embalagem usa a menor quantidade possível de partes plásticas, o que é um ponto positivo para esse processo de reciclagem. A Sony diz que dependendo do produto, cada embalagem de PS5 está de 93 a 99% livre de plástico (medido por peso). Ao que parece, essa é a primeira iniciativa da empresa para tornar seus produtos mais amigáveis ao meio ambiente. Em 2021, a empresa vai começar a testar na Europa a inclusão de polipropileno reciclado vindo de resíduos industriais para fabricar as caixas dos jogos.

Quer estar sempre informado sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para receber novidades e conteúdos de qualidade do mercado.

[dinamize-form id=”13211″]

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo