Bulher
EconomiaEmbalagemEmpresaNotíciasPlásticoPlástico pelo mundoSustentabilidade

[Plástico pelo Mundo]: Descubra as novidades da semana

Fique por dentro do plástico pelo mundo

Reciclagem de plástico pós-consumo cresce no país e atinge recorde de 24%

A reciclagem mecânica de plásticos continua avançando no Brasil e chegou a 24% do volume gerado de resíduo pós-consumo, o maior índice já registrado, conforme o mais recente estudo da consultoria MaxiQuim e do PICPlast (Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico), uma parceria entre a Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico) e Braskem.

A maior parte do plástico reciclado tem origem no pós-consumo doméstico (52,5%), e o restante se divide entre pós-consumo não doméstico (19,5%) e resíduo pós-industrial (28%). A resina PET é a mais reciclada, seguida de polietilenos e do polipropileno. No total, foram consumidas 1,3 milhão de toneladas de resíduo plástico na reciclagem, alta de 5,2%. Desse volume, 953 mil toneladas correspondem ao plástico pós-consumo, que é gerado em residências e estabelecimentos comerciais, e 370 mil toneladas são de plástico industrial, que corresponde às sobras do processo da indústria petroquímica, dos transformadores e dos próprios recicladores.

Nestlé lança programa para reciclar embalagens de chocolates e biscoitos

A Nestlé acaba de lançar um programa para reciclagem de embalagens de filme plástico metalizado, geralmente usadas em chocolates e biscoitos. Desenvolvido em parceria com a TerraCycle, o programa inclui a capacitação de cooperativas de catadores para a reciclagem do material e a mobilização de consumidores para a destinação correta das embalagens. A iniciativa aceitará tanto embalagens de biscoitos e chocolates quanto de salgadinhos, misturas para bolo, barrinhas de cereal e ovos de Páscoa, que também costumam usar o material.

Para participar, o consumidor deve armazenar as embalagens em uma caixa, que pode ser postada em agência dos correios sem custo. Para isso, é preciso fazer um cadastro no site da iniciativa e imprimir a etiqueta para a postagem, que já está com o envio pago. A cada quilo de embalagens enviadas, o participante acumula 300 pontos, que equivalem a 3 reais. As embalagens vazias são destinadas às cooperativas parceiras, e tornam-se matéria-prima para fabricação de itens como vasos de planta, baldes, lixeiras, pás, cones de trânsito e bancos, entre outros.

Índice da Bloomberg sobre Igualdade de Gênero coloca Braskem no grupo de empresas de capital aberto que trabalham o tema no mundo

O trabalho contínuo da Braskem nos campos de diversidade, equidade e inclusão trouxe mais um reconhecimento do mercado. A companhia agora integra o Índice Bloomberg de Igualdade de Gênero 2021 (GEI – Gender-Equality Index), que avaliou critérios como liderança feminina e pipeline de talentos, igualdade de remuneração e paridade salarial de gênero, cultura inclusiva, políticas de assédio sexual e marca pró-mulheres em 380 empresas de capital aberto sediadas em 44 países. A Braskem tem atualmente mais de oito mil integrantes no Brasil e no mundo. O Programa de Diversidade, Equidade & Inclusão atua nas frentes de Equidade de Gênero, Raça e Etnia, LGBTQIA+, Pessoas com Deficiência e Socioeconômica.

As ações estão contribuindo para mudar a realidade de um setor que ainda é predominantemente masculino.  Entre os principais resultados conquistados pela Braskem está a presença de mulheres em cargos de liderança (de 22% em 2015 para 30,1% em 2020) e o número de mulheres que voltam ao trabalho após o nascimento dos filhos (de 65% em 2014 para 97% em 2019). Uma das metas é aumentar a população de mulheres também na operação, que hoje são 6,1%. As práticas voltadas para Diversidade, Equidade & Inclusão na Braskem são definidas com base na Proposta de Valor BeUX (Be = Seja, U = Você e X = Experiência, ou seja, Seja Você Mesmo e curta a experiência conosco).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Mulheres do Plastico
close-link
close-link