Casa / Notícias / Plástico de alto valor agregado pode ser produzido a partir de metano

Plástico de alto valor agregado pode ser produzido a partir de metano

O estudo do Centro de Pesquisa para Inovação do Gás Natural pretende extrair PHB do metano. Ainda não foi concluído

 

Cientistas do Centro de Pesquisa para Inovação do Gás Natural (“Research Centre for Gas Innovation” – RCGI) pretendem transformar metano – existente no gás natural – em plástico de alto valor agregado, o PHB.

O projeto de Bioconversão do Metano tem diversas propostas e a transformação em plástico é uma delas. De acordo com a bióloga, o objetivo é estabelecer uma rota diferente da química para transformar o metano. Os japoneses já desenvolveram bactérias que comem o material. Então esse novo avanço segue a linha de pensamentos tecnológicos.

Segundo a pesquisadora da Unifesp Campus Baixada Santista, algumas bactérias, que chamamos de metanotróficas, se alimentam do metano e o transformam, por meio de uma série de reações bioquímicas, em PHB, que é um biopolímero: um plástico de origem biodegradável.

Ela afirma que o PHB é um plástico “nobre”, menos agressivo porque é obtido a partir de base biodegradável. Pode ser utilizado em próteses, por exemplo, porque causa menos reação adversa.

Ainda não se sabe se essa rota microbiológica é mais barata que o processo químico ou a reforma a vapor. Mas por ter um rendimento menor do que o processo químico, buscam os produtos de alto valor agregado, a fim de fechar a conta dos custos e preços.

Por ora, o estudo ainda está em análise para sua conclusão. O objetivo é descobrir se há reações.

Além disso, verifique

Rio Grande do Sul tem ações intensificadas pelo PICPlast

Região é excelente cenário que envolve o desenvolvimento da indústria da transformação e promoção da …