Banner Diamante Plástico 10 anos
Notícias

Payper do Brasil busca automação industrial para seus clientes 

A empresa busca melhorar a produtividade e a agilidade para seus clientes e busca investir em tecnologias modernas  

A PAYPER projeta e fabrica linhas completas de ensaque, com equipamentos para dosagem, pesagem, ensaque, paletização e estrechamento.

A matriz na Espanha, com 50 anos de experiência, possui máquinas instaladas em todo o mundo. Desde 1994, mais de 450 equipamentos de ensaque e paletização foram instalados somente na América. A sede da PAYPER DO BRASIL presta serviço de consultoria de vendas, assistência técnica e substituição de peças de reposição à seus clientes.

Com expectativa de ampliar as vendas em 2024, aos diversos setores em que a empresa já atua, entre os que o do plástico tem um papel predominante.

Primeiramente, as empresas no Brasil, estão buscando aumentar a eficiência e competitividade para enfrentar os desafios do mercado global. 

Acima de tudo, Marcello Sanchez, diretor comercial da Payper do Brasil todo o processo de ensaque e paletização automático utiliza máquinas que se ajustam a diferentes tipos de sacos (papel, plástico PE, rádia PP), em formatos variados e com pesos entre 5 a 50 kg. 

A máquina funciona da seguinte forma: 

  • a máquina automaticamente pesa o produto no peso desejado e posiciona o saco na boca de ensaque, onde o produto é descarregado;
  • em seguida, o saco é transferido para a próxima estação de fechamento, que pode ser costura, solda, hot melt, etc;
  • após a pesagem, ensaque e fechamento, a sacaria cheia é encaminhada para um paletizador que posiciona tudo adequadamente;

Além disso, entre o caminho da ensacadeira e paletizador, é possível instalar opcionalmente uma cinta comprovadora de peso e detector de metal. 

Payper do Brasil

Sistema de Produtividade 

As ensacadeiras da PAYPER do Brasil para plásticos e resinas são todas baseadas em tecnologia de ponta para atender as exigências da indústria petroquímica. Em seu processo de ensaque conta com quatro tecnologias distintas que se aplicam aos formatos de sacos e produtividade.

1. Ensacadeira Automática para Sacos Valvulados: para sacos de papel, PE e PP (5 a 50 kg) com opção de soldagem da válvula através de ultrassom. Com capacidade de produção de 500 sacos por hora;
2. Ensacadeira FFS (Form Fill Seal): para sacos em formato de bobina tubular (5 a 50 kg). Com capacidade de produção de 400 a 2600 sacos por hora;
3. Ensacadeira de Big Bag: de 500 a 2000 kg e possui capacidade de producao de até 120 toneladas por hora com Big Bag de 1000 kg;
4. Embora não sejam usualmente utilizadas na indústria de plásticos, também fabrica Ensacadeiras Automáticas para Sacos Boca Aberta: utilizadas para sacos de papel, PE e PP (5 a 50 kg). Com capacidade de produção de 400 a 1800 sacas por hora;

Em contrapartida, para o processo de paletização automática, a empresa possui três tecnologias distintas. 

  1. Paletização através de braço robótico: indicado para espaços limitados, permitindo a paletização simultânea de até 3 produtos diferentes. Com capacidade de 500 a 1600 sacos por hora; 
  1. Paletizador com tecnologia cartesiana: utiliza garras para posicionar os sacos com precisão, permitindo sobreposição. Com capacidade de 300 a 1500 sacos por hora;
  1. Paletizador com tecnologia de empuxe frontal e lateral: forma camadas em ângulos retos e comprime cada camada contra o formador. Com capacidade de 600 a 2800 sacos por hora;

Para o diretor comercial, estes sistemas integrados, o ensaque e paletização automáticos, a produtividade aumenta pelo fato de um equipamento trabalhar continuamente. “As máquinas são projetadas para manterem a repetibilidade constante, sem paradas, aumentando a produtividade”. 

Automação fabril e suas vantagens 

Do mesmo modo, a automação dos sistemas de ensaque e paletização apresenta vantagens em relação a operação manual, que resulta em mais eficiência. 

Assim como maior consistência e precisão, pois máquinas automatizadas conseguem manter a repetibilidade constante por longos períodos. 

Além da redução de movimentos repetitivos dos operários. Bem como se torna um ambiente mais saudável, pois a automatização diminui a exposição dos operários.  

De acordo com Sanchez a vantagem da automação fabril também traz redução de custos trabalhistas e aumento da capacidade produtiva. “Com máquinas, é possível lidar tanto com produções menores quanto produções de alta performance”, afirma. 

No ano de 2023 a empresa lançou novas máquinas com produções mais altas. Além do sistema de gestão 4.0 chamado de “Pulsar” uma solução digital all-in-one para gestão avançada de ensaque e atendimento ao cliente. Com o foco na digitalização, a PAYPER iniciou a implementação do software, com um service pack já disponível para atendimento ao cliente e já está trabalhando para que esteja integrado em todas as suas linhas de ensaque do início de 2025. 

O diretor explica que em resumo o usuário pode ter acesso à distância através de um celular, tablete ou computador. “Todas as Informações do produto que está sendo manipulado, lista de peças com possibilidade de solicitar a compra diretamente a nós, além de centro de apoio com nossos técnicos, manutenções preventiva e preditiva, etc”.

Quer estar sempre informado sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para receber novidades e conteúdo de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo