Super Finishing
NotíciasPlástico

O que é a Indústria 4.0?

Conhecida como Quarta Revolução Industrial, nova indústria poderia ser realizada dentro de uma década

O termo “Indústria 4.0” é resultado de um projeto no âmbito da estratégia de alta tecnologia do governo alemão que promove a flexibilização da manufatura com a utilização de várias tecnologias. O objetivo é chegar à fábrica inteligente (Smart Manufacturing) que se caracteriza pela capacidade de adaptação, a eficiência dos recursos, e ergonomia, bem como a integração de clientes e parceiros de negócios em processos de negócios e de valor. Sua base tecnológica é composta por sistemas físicos cibernéticos e da Internet das Coisas. Especialistas acreditam que a Indústria 4.0 ou a quarta revolução industrial poderia ser realizada dentro de uma década.

O tema Indústria 4.0 não surgiu por mero acaso, mas decorrente das muitas transformações pela qual a sociedade está passando, tais como:

1 – Ritmo acelerado da mudança tecnológica

A tecnologia facilita a criação de mais tecnologia, de forma que este processo acelera em escala logarítmica, quer seja em velocidade ou em conteúdo. Novas tecnologias trazem mais facilidades e mais acesso à informação.

2 – Soluções personalizadas

O desejo por produtos que atendam necessidades específicas e individuais aumenta proporcionalmente ao aumento da disponibilidade de informação, e ao acesso às redes sociais.

3 – Tecnologias inovadoras

Todos os dias vemos surgir novas tecnologias, que em seguida são melhoradas ou suplantadas por outras ainda mais novas e mais surpreendentes. Impressão 3D deixa os laboratórios para equipar as mesas das escolas e as casas. Processamento de alta capacidade embutidos em Smartphones cada vez mais compactos, e em objetos até agora não imaginados.

4 – Grande diversidade de clientes e mercados

As redes sociais pulverizam as notícias sobre novos produtos e novas tendências numa velocidade nunca vista.

5 – Pressão permanente sobre os custos

A diferenciação é cada vez mais difícil de ser mantida, forçando as indústrias a serem cada dia mais eficientes na obtenção de produtos com menores custos.

6 – Globalização

A globalização e a facilidade de adquirir produtos de qualquer parte do mundo faz com que os competidores sejam globais, bem como os fornecedores.

7 – Crescente importância da disponibilidade de produtos e pronta entrega

O desejo de consumo não é apenas pelo novo, mas também pelo inédito, criando uma geração ansiosa por receber mercadorias tão logo comprem.

8 – Aumento dos custos de energia e consciência ambiental

A racionalização no uso dos recursos naturais não é mais um discurso político, mas uma necessidade para sobrevivência. Empresas mais ecológicas são empresas mais eficientes.

9 – Trabalho em rede, flexibilidade e adaptabilidade da produção

As informações necessitam sair do chão de fábrica, para servirem de suporte para decisões estratégicas, o que faz com que todo processo produtivo seja colocado em rede.

10 – Autônomos, sistemas baseados em conhecimento de autoaprendizagem

A necessidade de velocidade faz com que a interferência humana seja fator limitador de desempenho, e com isto as máquinas ganham a capacidade de tomar as decisões sobre seus processos de forma autônoma.

Por Paulo Roberto dos Santos – Diretor da Zorfatec

Quer saber mais sobre a Indústria 4.0? Preencha o formulário abaixo e acompanhe a nossa coluna especial!

Tag

Artigos relacionados