Banner Diamante Plástico 10 anos
NotíciasPlásticoPlástico pelo mundoSustentabilidade

Novo fungo decompõe plástico, Natura Kaiak já usou toneladas de plástico reciclado em produtos e sistema de irrigação com plástico

Plástico pelo mundo: Fique por dentro das principais notícias e curiosidades do plástico pelo mundo. Cientistas encontram o quatro fungo a decompor plástico. Natura celebra a conquista da integração de toneladas de plástico reciclado em suas produções. Sistema de irrigação feito com plástico vê no Brasil potencial para ajuda climática

Novo fungo decompõe plástico, Natura Kaiak já usou toneladas de plástico reciclado em produtos e sistema de irrigação com plástico

Fungo marinho decompõe plástico

Exemplo do fungo que decompõe o plástico.
03/06/2024 Una partícula de plástico (roja) está colonizada por el hongo marino Parengyodontium POLITICA INVESTIGACIÓN Y TECNOLOGÍA ANNIKA VAKSMAA/NIOZ

Recentemente cientistas do Instituto Real Holandês para a Investigação do Mar publicaram um estudo na revista científica Science of the Total Environment apontando que o fungo Parengyodontium album está se alimentando de plástico. 

A princípio, a pesquisa aponta que o fungo decompõe polietileno, um tipo de plástico presente em amplas aplicações. Embora, antes, algumas bactérias e enzimas tenham sido indicadas como “comedoras de plástico”, esse é apenas o quarto fungo a fazer isso. 

Assim, o diferencial deste fungo está na possibilidade de quantificação da taxa de degradação do plástico. Outra curiosidade do fungo veio a partir de experimentos que indicam que o polietileno no mar, exposto à luz ultravioleta, estava sendo decomposto e usado como fonte de energia, com uma taxa de 0,44% ao dia. 

Apesar da exposição à luz ultravioleta ter acontecido de forma artificial no laboratório, no mar, o fungo se alimenta de plástico que já esteve na superfície. 

Desse modo, conforme explica Annika Vaksmaa, principal autora do estudo, já se sabia que a luz solar decompõe o plástico lentamente. Mas, a nova descoberta mostra que a exposição também facilita a decomposição do plástico por outros meios, como o fungo.

Natura alcança a marca de 185 toneladas de embalagens recicladas em sua produção

Embalagem da Natura Kaik que usa plástico reciclado em sua fabricação.

A Natura Kaiak, uma das marcas mais usadas pelos brasileiros, celebrou a conquista de 185 toneladas de plástico reciclado em suas embalagens. Este número equivale ao peso de 94 milhões de tampinhas plásticas. 

Esta ação, além de cooperar com a economia circular, demonstra o compromisso da empresa em evitar a destinação incorreta de materiais. 

Diante disso, Denise Coutinho, diretora de Marketing e Comunicação Brasil da Natura, comenta: “Os dados reforçam a importância de iniciativas como a da Natura, que, por meio de Kaiak, já evitou a emissão de 302 toneladas de CO2 desde o relançamento da marca em 2022”. 

Portanto, neste movimento de compromisso com a sustentabilidade, a Natura Kaiak anuncia a renovação de seu patrocínio com a WSL (World Surf League). Essa parceria se mantém, porque além de apoiar os atletas, também atua por meio da conscientização sobre questões ambientais. 

Sistema de irrigação com plástico

SIstema de irrigação feita com plástico.

Diante do potencial de irrigação do mercado brasileiro e a ampla capacidade de instalação do plástico, o Grupo Krona, de Joinville, por meio da empresa Viqua anuncia uma linha inovadora de tubos para sistemas de irrigação. 

Assim, o lançamento acontece na 29ª edição do Hortitec – Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas. Através de uma apresentação entre os dias 19 a 21 de junho no Pavilhão de Exposições da Expoflora, em Holambra, São Paulo.

Em 2023 o Grupo Krona adquiriu a Viqua, que tem uma presença de destaque no segmento de irrigação com conexões em PVC. No entanto, agora os com tubos o portfólio se amplia. 

Segundo o gerente de Irrigação da Viqua, Pablo Moreno, este lançamento agrega uma ampla gama de demandas, isso porque os tubos de plástico contém diâmetros de 20 mm a 100 mm. Ainda, diante da necessidade do seu potencial irrigável para agricultura e pastagem, esta abordagem mostra-se promissora. 

Além disso, diante das demandas sobre questões climáticas, este sistema propõe uma cooperação para estes setores. Isso porque eles também necessitam alinhar-se às propostas climáticas.

Quer estar sempre informado sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para receber novidades e conteúdo de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo