Bulher
EmpresaPlásticoSustentabilidade

Nossa História – Antônio D’Angelo – Retilox

Frente Fabrica atual

Cada empresa tem uma história única, formada por pessoas que querem mudar o mundo, criar novos produtos e revolucionar o mercado. Foi pensando nisso que conversamos com Antonio D’Angelo, criador da Retilox, empresa especialista em soluções tecnológicas na fabricação de peróxidos orgânicos, coagentes e aditivos para os mais diversos polímeros.

Uma trajetória que começou sozinha, hoje é construída em família, já que D’Angelo tem sua esposa e filhos trabalhando lado a lado, levando a empresa para patamares cada vez mais competitivos.

Confira o bate-papo abaixo:

Como surgiu a ideia de criar a retilox?

Antonio – Eu trabalhei muitos anos em uma multinacional italiana, onde eu tive conhecimento e treinamento na área de peróxido orgânico e aditivos especiais para borracha e plástico.

Depois com 30 anos, eu saí de lá e resolvi montar a minha própria empresa. E eu consegui o licenciamento deles na época para poder fazer aqui no Brasil o que eles faziam na Itália, que são os produtos formulados.

Essa parceria durou 5 anos, e aí a empresa foi vendida, multinacionais trocam de mão muito fácil, e aí continuei na carreira solo, finalizei a parceria com a Itália, fechei a minha antiga empresa, onde atuei 7 anos e decidi montar a Retilox em que já estamos há 27 anos fazendo especialidades químicas para a área de borracha e plástico.

Como é trabalhar com a família?

Antonio – Quando existe harmonia é ótimo. A nossa família é muito unida, estou casado há 42 anos e nossos filhos trabalham conosco, não temos nenhuma dificuldade.

Como foi o processo de envolver a família dentro da empresa?

Antonio – Como sempre fizemos tudo juntos, eu saí da antiga empresa, havia pensado em voltar a trabalhar para alguma multinacional e aí minha esposa me incentivou a abrir a nossa própria empresa, lutando juntos. Eu e a minha esposa somos sócios na empresa, e nossos filhos trabalham lá dentro como sucessores de tudo o que estamos construindo.

começo_fabrica antiga

Qual foi maior desafio desde a criação da empresa?

Antonio – O nosso maior desafio até hoje é competir com as multinacionais, porque em uma linha do que fazemos, somos a terceira empresa do mundo que faz esse produto, as outras duas são multinacionais enormes. Nós fazemos especialidade químicas e conseguimos competir com eles. Então nos manter competitivos dentro desse mercado é sempre o maio desafio.

Qual a mensagem para quem está começando com sua empresa?

Antonio – Primeiramente é importante ter conhecimento sobre o segmento que deseja atuar, segundo é importante fazer uma pesquisa de mercado, com plano de negócios e terceiro, fechar parcerias saudáveis. Hoje temos a filial em Itajaí e a empresa em São Paulo.

Alguma vez vocês já pensaram em se tornarem multinacional?

Antonio – Esse é o nosso plano atual, de internacionalizar a empresa. Hoje com a nossa nova realidade, é um novo aprendizado, estamos recriando e reinventado a empresa, criando novas soluções.

Para 2021 nós temos o foco de efetivar a nossa internacionalização, passar de pequena empresa, para pequena e média empresa, crescer mais.

Recente Logística

Hoje exportamos para mais de 15 países, e queremos exportar para 21 países em 2021, e ampliarmos nossa atuação no mercado, porque muita gente ainda não nos conhece.

Nós somos uma empresa de soluções tecnológicas, buscamos ajudar o mercado e criamos soluções para nichos, se o cliente tem potencial e possui um problema, nós ajudamos a resolvê-lo.

O nosso objetivo é sempre buscar novas soluções oferecendo ganhos globais aos nossos clientes.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo