Bulher
Notícias

Movimento apoia iniciativa que coleta tampas plásticas para reciclagem

Iniciativa do Plástico Transforma apresenta projetos de inovação e educação para o Tampinha Legal

O maior programa socioambiental de caráter educativo em economia circular da indústria de transformação do plástico na América Latina, o Tampinha Legal, fomenta há mais de quatro anos a coleta de tampas plásticas em prol de entidades assistenciais do terceiro setor.

O programa conta com o patrocínio do Movimento Plástico Transforma, que mostra o potencial de transformação do plástico e é liderado pela parceria entre a ABIPLAST (Associação Brasileira da Indústria do Plástico) e a Braskem.

Para Fernanda Maluf, uma das coordenadoras do Movimento Plástico Transforma, a parceria reforça a importância da reciclagem e estimula o engajamento da população com a causa, de maneira educativa.

Segundo a coordenadora do Instituto SustenPlást, Simara Souza, o Movimento Plástico Transforma mostra que o plástico é aliado em frentes como a inovação e a responsabilidade socioambiental, promovendo os conceitos da economia circular, assim como o Tampinha Legal. “O Tampinha Legal proporciona ações modificadoras de comportamento de massa, ou seja, a sociedade civil é inserida na economia circular na prática. É importante nos cercarmos de iniciativas que proporcionem que o plástico pós-consumo seja valorizado por todos. Esta matéria-prima nobre deve retornar para a indústria para a produção de novos artefatos e também novas possibilidades”, explica.

Com os recursos obtidos por meio do Tampinha Legal, as entidades assistenciais participantes podem adquirir medicamentos, alimentos, equipamentos, ração animal e/ou materiais escolares, e também custear tratamentos e exames de saúde humana e animal, melhorias em suas sedes, entre outras ações, impactando positivamente em muitas vidas.

 O Tampinha Legal é iniciativa do Instituto SustenPlást e, por meio de ações modificadoras de comportamento de massa, conscientiza quanto ao destino adequado dos resíduos plásticos e faz com que a economia circular ocorra na prática.


Todos os segmentos da sociedade são convidados a juntar tampinhas e destiná-las para entidades assistenciais cadastradas junto ao programa que busca a melhor valorização de mercado para o material.


Os valores obtidos são destinados integralmente para as instituições sem rateios ou repasses, e sem que o programa receba comissões e/ou gratificações sobre o material coletado. Só em 2020, a arrecadação ultrapassou 1 milhão de reais, que foi totalmente destinada aos participantes.


Recentemente, o Instituto lançou também o Copinho Legal, que conta com o apoio da ABIPLAST e adesão de empresas membros da Câmara Setorial dos Fabricantes de Descartáveis Plásticos da associação, e segue o modelo do Tampinha Legal, destinando os recursos obtidos com a venda dos descartáveis plásticos (copos, pratos e talheres) para as entidades assistenciais.

Já o Movimento Plástico Transforma, criado em 2016, visa ressaltar a utilização do plástico, de forma criativa e responsável, em soluções que podem transformar o nosso dia a dia e o futuro.

A primeira iniciativa voltada para a comunicação com a sociedade, assinada pelo Movimento Plástico Transforma, foi a instalação interativa PlastCoLab. A ação impactou mais de 37 mil pessoas e contou com quatro edições, realizadas nas cidades de São Paulo, Porto Alegre, Salvador e Brasília.

Outro projeto relevante é a Estação Plástico Transforma, atividade instalada no parque KidZania, em São Paulo, que visa demonstrar, de forma lúdica e educativa, as principais etapas do processo de reciclagem do plástico e já impactou mais de 18 mil pessoas.

Quer estar sempre informado sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para receber novidades e conteúdos de qualidade do mercado.

[dinamize-form id=”13211″]

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo