Casa / Notícias / Inovação sustentável desenvolvida para indústria automotiva

Inovação sustentável desenvolvida para indústria automotiva

Colaboradores da montadora Audi, da divisão de tintas da BASF e da empresa de materiais Covestro, formaram uma equipe de projetos onde pela primeira vez, um clearcoat contendo endurecedor de base biológica foi aplicado aos corpos de teste do Audi Q2 sob condições reais de produção. Trata-se do clearcoat, desenvolvido pela BASF, que utilizou o endurecedor de base biológica Desmodur® eco N 7300 da Covestro. Este produto é responsável por formar uma camada superior do sistema de revestimento automotivo, dando resistência a arranhões, brilho e proteção.

Essa inovação foi projetada para reduzir o consumo de energia e as emissões de CO2 na produção, além do consumo de recursos fósseis. Cerca de 70% do teor de carbono do endurecedor é composto por matérias-primas renováveis.

“O uso de matérias-primas de base biológica em tintas automotivas ainda está nos estágios iniciais”, afirma Thomas Heusser, diretor de Materiais e Engenharia de Processos da Audi. “Entretanto, a aplicação do novo clearcoat em nossas máquinas atendeu todas as nossas especificações com resultados promissores. Com este projeto a Audi assume um papel pioneiro neste campo na indústria automotiva”, considera.

O diretor de desenvolvimento de clearcoat e topcoat da BASF, Matthijs Groenewolt ressalta os benefícios. “Nosso novo clearcoat ajuda nossos clientes a alcançar suas metas de sustentabilidade, sem comprometer a qualidade e o desempenho”, afirma.

A Covestro, que é reconhecida como uma das maiores empresas de polímeros do mundo focados na fabricação de materiais poliméricos de alta tecnologia e no desenvolvimento de soluções inovadoras para diversos produtos.

O Audi Q2 revestido com o novo clearcoat foi exibido no European Coatings Show 2017, realizada na última semana, em Nuremberg, Alemanha.

Além disso, verifique

Mitos e verdades sobre o plástico

Será que o que você ouve falar por aí contra o plástico é verdade? A …