Super Finishing
DestaqueNotíciasPlástico

Indústria 4.0 possui foco nas impressoras 3D para crescerem no mercado

A Virtual Automação em parceria com a Render vê a comercialização da impressora 3D Taurus como positiva para o mercado

A novidade que a Virtual Automação traz para o mercado é a comercialização das impressoras 3D Taurus, com a Gold Partner e Autodesk que possuem o objetivo de atender a demanda da indústria 4.0.

A impressão 3D surgiu há mais de 30 anos e atualmente tem se tornado mais acessível e se aperfeiçoando cada dia mais. As tecnologias de impressão 3D dividem-se em três principais tipos: FDS/FFF, SLS e SLA, se subdividindo com seus aprimoramentos para atender a demanda do sistema de produção.

A Virtual Automação em parceria com a Render Cursos, oferecem ao mercado uma nova opção de impressora 3D (Fabricação por Deposição de Material – FDM) em nível nacional para uso profissional (Desktop e Industrial).

Sérgio Luis Stefani, diretor da Render comenta “Em setembro vamos expor nossos produtos e fazer o lançamento dos primeiros modelos de impressoras de Resina, as DLPs. Serão 2 modelos de entrada que irão possibilitar imprimir peças com detalhes minúsculos com vários tipos de resina. Imagine imprimir um anel, um conector ou uma prótese dentária? Com as impressoras 3D Taurus DLP será possível”.

A tecnologia hoje se desenvolve muito rapidamente e evolui em um curto espaço de tempo, trazendo sempre uma novidade no segmento. “A impressão 3D ainda é um conhecimento superficial, soando como um “hobby”, um brinquedo para adultos, principalmente os equipamentos à venda pela internet”, explica Saul Stelmar, diretor da Virtual Automação.

Stelmar ainda afirma “A nossa proposta com as impressoras 3D Taurus é possibilitar ao mercado uma condição de impressoras 3D (FDM) para uso profissional com alto desempenho, baixo custo operacional, sendo um produto nacional, com assistência técnica acessível e rápida além da garantia de um produto produzido em nosso país”.  Apoiamos e acreditamos muito em todos os tipos de equipamentos ofertados no mercado, inclusive os de baixo custo e de uso doméstico, pois são esses produtos que proporcionam aos usuários o seu primeiro contato com essa tecnologia.

“Provando então que a impressão 3D já é uma realidade, tanto na questão do aprendizado, da produção de produtos domésticos, decorativos, brinquedos quanto na questão de aplicação industrial”, ainda acrescenta Stelmar.

Com a impressora 3D e os softwares de modelagem, junto com criatividade possibilita a criação de quase qualquer coisa para qualquer finalidade, a impressão 3D pode criar diversas coisas como já é exemplo de prótese humana e projetos para diversos setores. Hoje o desenvolvimento é voltado para o estudo da aplicação da impressora 3D para uso biológico, construção civil e da metalurgia avançada.

A impressão 3D pode alcançar novas tecnologias com o passar do tempo, e a partir de 10 anos poderemos ver uma aplicação de maior escala em produtos que hoje são fabricados pelo processo convencional.

“Como por exemplo: na biologia, segundo testes já realizados hoje em dia, a impressão 3D proporcionará o fácil acesso a órgãos, próteses a uma escala de maior produção. No segmento da construção cível, a impressora 3D pode criar itens necessários à construção convencional diretamente no campo de obras. No processo metalúrgico a impressora 3D permite a ampliação de ligas metálicas diretamente a partir da deposição de materiais”, introduz Stelmar.

Com toda tecnologia da impressão 3D, obtém-se também o desenvolvimento de novos materiais utilizados nos processos de impressão, na tecnologia de impressão por FDM, por exemplo, existe a criação de novos filamentos, com maior capacidade de acabamento, resistência mecânica e opções de materiais compostos e aditivos, melhorando o desenvolvimento da aplicação da impressão 3D nos segmentos.

Tag

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo