Super Finishing
EconomiaNotíciasPlásticoSustentabilidade

Fórum Sul-Americano discute a importância da Economia Circular no mercado

Fiesp faz parceria com fundo Finlandês e irá sediar a primeira edição do Fórum Sul-Americano de Economia Circular que busca engajar a sociedade para o tema

A Economia Circular tem o objetivo de defender a criação de processos saudáveis na cadeia produtiva e de consumo. Diferente do processo produtivo linear, o processo circular prioriza transformar o lixo em insumo.

Com o foco de engajar e mostrar para a sociedade o conceito de sustentabilidade, a Fiesp realiza no dia 31 de março de 2020, a partir das 9h, o primeiro Fórum Sul-Americano de Economia Circular, no Edifício Sede da Fiesp, Avenida Paulista, 1313 em São Paulo.

Eduardo San Martin, presidente do COSEMA (Conselho Superior de Meio Ambiente) da Fiesp, afirma “precisamos desenvolver materiais seguros, compostáveis. Os bens e serviços de hoje serão os bens e serviços do futuro. O dono desse movimento é o cidadão”. 

O presidente ainda explica que o Fórum Sul-Americano, é uma realização conjunta da Fiesp, por meio do Conselho Superior de Meio Ambiente, do Departamento de Desenvolvimento Sustentável e do Senai, em parceria com o SITRA (Fundo Finlandês de Inovação). “O objetivo do fórum é discutir os fundamentos da Economia Circular, bem como, o quanto a adoção desses princípios podem gerar novas oportunidades para a diversificação economia, a criação de valor, geração de emprego e renda, trazendo inúmeros benefícios para a sociedade”, destaca.

O processo da Economia Circular já é lei e vale para alguns países da Europa. O processo trouxe diversos benefícios para a economia, mostrando a importância do tema, além de servir de modelo para outros países. “Os governantes destes países já identificaram os benefícios que a adoção desses princípios traz para a sociedade, estabelecendo inclusive planos de ação, objetivos e metas como uma estratégia política de estado, para alavancar seu desenvolvimento de forma mais sustentável”, argumenta Eduardo.

O objetivo do Fórum é buscar o envolvimento de países Sul-Americanos, para avaliar a situação atual do tema nos países da Europa e mostrar o potencial das ações para os países em desenvolvimento. “O Fórum irá abrodar questões como o papel das lideranças empresariais, o financiamento de soluções, capacitação e disseminação de boas práticas. O Fórum irá trazer representantes de governos Sul-Americanos, Europes, além do setor empresarial”, destaca Eduardo.

A ideia do evento é fazer referência do funcionamento da natureza, uma coexistência da economia e da sociedade, aplicando o conhecimento da inteligência dos sistemas naturais nos produtos, processos e na indústria.

Quer saber mais sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para saber mais novidades receber os conteúdos de qualidade do mercado plástico.

Tag

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo