Casa / Notícias / Fispal Tecnologia e Instituto Mauá firmam parceria para oferecer consultoria gratuita para indústrias de alimentos e bebidas

Fispal Tecnologia e Instituto Mauá firmam parceria para oferecer consultoria gratuita para indústrias de alimentos e bebidas

Nos dias 27 a 30 de junho, das 13h às 20h, no São Paulo Expo, Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5, capital paulista, acontecerá uma ação entre a Fispal Tecnologia – Feira Internacional de Tecnologia para a Indústria de Alimentos e bebidas e o Instituto Mauá de Tecnologia, que juntos oferecerão serviço de consultoria gratuito para micro, pequenas e médias empresas, que tiverem interesse em aproveitar esse benefício por seis meses. Organização Informa Exhibitions.

 

Um espaço de 300 m2 será reservado para o primeiro demonstrador da Indústria 4.0 para o setor de A&B, com uma linha de produção real já alinhada aos ambientes da Indústria. No espaço do demonstrador, os visitantes interessados no programa terão a oportunidade de efetuar suas inscrições para participar do processo seletivo, que será realizado por especialistas do Instituto Mauá de Tecnologia e promoverá uma inédita experiência de acompanhar uma futurística linha de produção, que entregará um produto customizado.

 

Com essa ação, a Fispal Tecnologia e o Instituto Mauá, visam fomentar o setor, proporcionando as pequenas e médias indústrias, a oportunidade de receber uma consultoria sem custos, além de mostrar a importância de estruturar o negócio para o crescimento da lucratividade e melhoria no processo produtivo. As indústrias selecionadas terão acesso a um plano de melhorias que visam promover o aumento de produtividade e competitividade.

O programa será dividido em duas fases: a primeira ocorrerá durante os três dias de feira, nos pontos de atendimento do Instituto Mauá de Tecnologia, e os representantes das empresas interessadas poderão preencher um questionário que será submetido à avaliação técnica pelos profissionais da Mauá.

A segunda fase terá início após o evento, no Instituto Mauá, campus São Caetano do Sul. As três primeiras empresas selecionadas participarão de um workshop para desenvolver atividades práticas com propostas de cronograma de implementação dos projetos de melhorias das plantas. Nos seis meses seguintes, receberão visitas mensais de professores da Mauá, que acompanharão de perto o desenvolvimento dos projetos e possíveis ajustes. No final do período, um relatório conclusivo será encaminhado à Informa Exhibitions.

Além dessa oportunidade, as indústrias também poderão interagir com sistemas para identificar os estágios que faltam para chegar à indústria 4.0. “Os visitantes da Fispal terão a oportunidade de acompanhar de perto uma fábrica totalmente automatizada, que entregará um produto exclusivo, conforme as preferências do consumidor. É uma antecipação do futuro da indústria mundial, cada vez mais atenta às necessidades de seus clientes”, explica Clélia Iwaki, diretora da Fispal Tecnologia.

O Coordenador do curso de Engenharia de Produção do Instituto Mauá de Tecnologia, prof. Antônio Cabral, reforça a importância de mostrar cada vez mais o que é a Indústria 4.0. “A Manufatura Avançada, também conhecida por indústria 4.0, está atualmente no centro de debate mundial sobre produtividade e inovação dos meios de produção”.

O pioneiro demonstrador da Indústria 4.0 para o setor de Alimentos e Bebidas tem como patrocinadores na categoria Diamante as empresas ABB, OMRON Perfor e Schneider Eletric; na categoria Ouro Alphaquip, Furnax, Phoenix Contact, Rockwell Automotive, Siemens, Thermo Fisher e TOTVS; na categoria Prata a empresa Multivac e, na categoria Bronze, Beckhoff, Bonfiglioli, Burkert, Cobra Correntes, Dohler, Magnoflux, Sick, Cargomax na Categoria Bronze, Comprint e São Rafael.

Mais informações em www.fispaltecnologia.com.br. O credenciamento para os visitantes já está disponível, por meio de cadastro no site da feira.

Além disso, verifique

Somente 9% do plástico produzido pela humanidade foi reciclado

Cientistas calcularam que 8,3 bilhões de toneladas foram fabricadas de 1950 a 2015; 79% do …