Super Finishing
NotíciasPlástico

Esmalte de unha é composto de plástico

Você sabia que plástico também faz parte do cotidiano das mulheres? E não é só na praticidade do uso de potes e outros utensílios. É, principalmente, nos detalhes menos perceptíveis. Por exemplo, o esmalte de unha!

Pintar as unhas não é um hábito recente. Na verdade existem relatos de indivíduos que já tinham essa prática em 3000 a.C., na China. O esmalte é uma mistura homogênea (aquela que apresenta uma única fase ou um único aspecto visual) que apresenta capacidade plástica, ou seja, promove aderência (fixação) na unha. Mas para que isso seja possível é necessária uma pitada de plástico.

O esmalte que conhecemos hoje foi desenvolvido pela primeira vez em 1930 e diversos tipos de polímeros fazem parte de sua composição, desde os filmógenos, que proporcionam o brilho e a adesão à unha, até os plastificantes, que têm a função de hidratar a unha e favorecer que o esmalte não seja quebradiço.

 

Curiosidades sobre o esmalte

Além de conhecer a composição química, saiba que várias características físicas e químicas são analisadas antes e durante o processo de produção do esmalte. Essas características são:

  • Acidez (presença de componente ácido)
  • Viscosidade (se o líquido está mais grosso ou encorpado)
  • Cor (se há ou não a necessidade de adicionar mais corante)
  • Odor (se o cheiro do produto está suportável)
  • Teor alcoólico (se há ou não a necessidade de diminuir a quantidade de álcool da mistura)
  • Densidade (se a relação massa/volume dos materiais está dentro das especificações exigidas)

Depois de pronto, o esmalte ainda passa por alguns testes de qualidade que visam à verificação das seguintes características:

  • Brilho
  • Aderência (se a massa plástica está aderindo bem à unha)
  • Secagem (se os solventes estão evaporando em boa velocidade)
Tag

Artigos relacionados