Bulher
EconomiaEmpresaNotíciasPlástico

Empresa triplica espaço da fábrica em 2021

Mecalor quer aumentar seu market share no segmento de periféricos

Previsão da CNI (Confederação Nacional da Indústria) aponta para aumento do PIB de 4% neste ano, impulsionado pelo crescimento de 4,4% do PIB industrial. A pesquisa está na edição especial do Informe Conjuntural – Economia Brasileira publicada pelo órgão. Esse desempenho ainda está bem abaixo do registrado em 2019 (queda de 3,5%), mas é um alento comparado com 2020, prejudicado pela pandemia do novo coronavírus.

De olho nas projeções positivas de 2021, a Mecalor planeja aumentar seu market share e ao mesmo tempo fortalecer a participação em alguns segmentos, como o de HVAC (ar-condicionado de precisão), a empresa prepara uma grande transformação que vai movimentar neste o mercado de equipamentos periféricos voltados para soluções de engenharia térmica.

A empresa anunciou a ampliação da área industrial com o objetivo de triplicar a fabricação de chillers e outras máquinas. O plano é terminar as obras até novembro deste ano.

Desde 2017, a direção da empresa pensa nessa expansão da fábrica devido ao rápido crescimento das linhas de produção. O CEO da Mecalor, János Szegö destaca

“estamos olhando dez a 15 anos na frente, por isso demos continuidade ao projeto”.

Instalada no Parque Novo Mundo, bairro da zona norte de São Paulo, a fábrica vai ganhar uma área nova para produção de chillers e outras máquinas. A empresa começou a preparar o lançamento da linha Presys-Klima, equipamentos mais sofisticados, voltados para o mercado de ar-condicionado de precisão (HVCA) para Datacenter.

O CEO afirma “contaremos com uma linha completa desses chillers, projetada do zero. Serão cinco famílias de produtos. Já terminamos a reformulação e começamos a oferecer esses novos equipamentos para o segmento de ar-condicionado de precisão”.

Segundo ele, há boas perspectivas também para a comercialização dos chillers de grande porte. Esses equipamentos são específicos para o mercado de HVAC, usados para aplicações em vários segmentos, como hotéis, shoppings, empresas grandes, supermercados e outras edificações.

Com a expansão da fábrica, a Mecalor vai construir ainda dois laboratórios de ensaios e estudos. Um será para simular o desempenho dos equipamentos novos. Szegö afirma que poderão provar para os clientes que suas máquinas fazem o que falam. O outro vai conduzir testes em chillers.

Quer estar sempre informado sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para receber novidades e conteúdos de qualidade do mercado.

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso! Seja bem-vindo ao maior Portal do Plástico da América Latina.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Mulheres do Plastico
close-link
close-link