Super Finishing
Notícias

Embalagens de alimentos promovem saúde

Nessas embalagens, além da composição dos produtos, a Anvisa exige que sejam descritos os produtos alergênicos existentes. Com isso, além de proteger o alimento, a embalagem também promove saúde e garante que não haverá risco para pessoas alérgicas

 

Uma das funções das embalagens plásticas é a promoção da saúde. Ao ser envolvido em uma embalagem plástica, o alimento deixa de ter contato com substâncias contaminantes, vírus e bactérias. Além disso, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) exige que sejam descritas as composições, com discriminação dos componentes alergênicos.

Após ações públicas por parte dos consumidores, foi publicada, no dia 03 de julho de 2015, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 26/2015, que dispõe sobre os requisitos para rotulagem obrigatória dos principais alimentos que causam alergias alimentares.

Dentre os alimentos que precisam ser descritos nas embalagens, estão trigo, centeio, cevada, aveia e suas estirpes hibridizadas; crustáceos; ovos; peixes; amendoim; soja; leites de todas as espécies de mamíferos; amêndoa, avelãs, castanha-de-caju, castanha-do-Brasil, macadâmias, nozes, pecãs, pistaches, pinoli, castanhas e o látex natural. Tudo isso para evitar riscos à saúde de pessoas que têm alergias perigosas.

 

Benefícios para a saúde

Embora a maioria das pessoas usufrua da diversidade de alimentos, para indivíduos com alergias alimentares existe o risco de desenvolvimento de reações adversas graves quando certos alimentos são ingeridos, mesmo em pequenas quantidades. 

A alergia alimentar, ou hipersensibilidade alimentar, é definida como a reação adversa à ingestão, inalação ou mesmo toque de alimentos ou aditivos alimentares que contenham uma proteína alimentar inócua que será reconhecida erroneamente pelo organismo. 

Segundo Andrea Guerra Matias, professora de Nutrição da Universidade Presbiteriana Mackenzie, dado o diagnóstico de alergia alimentar, a única forma de tratamento consiste na exclusão dos alimentos que contenham alérgenos da dieta. 

Dentre as estratégias adotadas para evitar o consumo de alergênicos, uma vez que muitos alimentos são os alimentos industrializados, é a leitura cuidadosa dos rótulos. A especialista aponta: “A disponibilização aos consumidores de rotulagem adequada sobre a presença ou risco da presença de alergênicos nas embalagens de alimentos é uma das formas de se garantir o direito à saúde e o direito à alimentação adequada da população alérgica, garantindo o gerenciamento do risco de manifestações clínicas adversas”.

 

Novidades no setor de embalagens

Começa nesta terça-feira, dia 14 de junho, a Fispal (Feira Internacional de Processos, Embalagens e Logística para a as Indústrias de Alimentos e Bebidas) que reúne novidades sobre embalagens plásticas.

São centenas de expositores que mostrarão o que há de novo entre os dias 14 a 17 de junho, das 13h às 20h, no Pavilhão de Exposições Anhembi, em São Paulo. Faça seu credenciamento aqui: http://ow.ly/At2j30132iI

Tag

Artigos relacionados