Bulher
EconomiaPlástico

Corantes líquidos: vantagens e modernização para o mercado

Corantes líquidos apresentam vantagens técnicas para coloração de produtos com mais eficiência e rapidez

Os pigmentos para plásticos podem ser sintéticos, orgânicos e inorgânicos e apresentam cores primárias, podendo ser misturados para atingir as tonalidades corretas ou serem tratados para minimizar possíveis malefícios a saúde.

Hoje, os corantes líquidos são requeridos em boa parte na coloração direta de produtos plásticos. E por estarem em estado líquido, a sua solubilização com o meio a ser colorido, se torna mais rápido e eficiente, em comparação com os corantes em pó.

Os pigmentos e corantes são substâncias que conferem cor a algum material, a diferença está que os corantes são solúveis e os pigmentos são insolúveis. O corante promove o tingimento, sem proporcionar cobertura. Desta forma, o corante mantém a transparência do objeto tingido, diferente do pigmento que oferece cor e tira a transparência.

Os corantes em pó e os corantes líquidos, apenas se diferem no estado físico da matéria, pois possuem a mesma finalidade. Os corantes em pó precisam de agitação para a sua dissolução por completo, e os corantes líquidos podem ser mais vantajosos se o processo de coloração for contínuo, ou seja, por dosagem através de bombas dosadoras.

Segundo Alexandre Almeida, Engenheiro Químico responsável da ExataCor, “para 2020 a projeção para o setor químico é de grande crescimento no cenário econômico, gerando emprego e renda, e as empresas estão modernizando para trabalhar de forma contínua com corantes líquidos, havendo um aumento na procura pela facilidade que os corantes líquidos oferecem. Ao se utilizar corantes líquidos, o corante fica bem distribuído.”

Os corantes líquidos possuem maior aproveitamento, reduzindo melhor os problemas de dispersão, possibilitando maior homogeneização, além de possuírem melhor estabilidade térmica e maior versatilidade nas formulações.

Antes, para colorir os plásticos, o corante em pó era incorporado diretamente no material, com o uso dos corantes líquidos a forma de aplicação foi otimizada, e a coloração é alcançada da melhor forma. Os corantes líquidos para plástico são utilizados nos mais variados tipos de produtos.

Os pigmentos orgânicos e inorgânicos são indicados para o segmento de plásticos, corantes com alta capacidade de solubilidade em plásticos transparentes, principalmente poliestireno e seus derivados, tais como: SAN, ABS, PMMA, PET, PBT, PA e PC.

A aplicação dos corantes líquidos pode ocorrer de forma que o fabricante de aditivos prepara os corantes para uso direto, e entrega diretamente ao transformador. Podendo também ser desenvolvido pelo transformador final, para processos específicos, utilizando-se cores básicas. O concentrado em formato liquido é um pigmento pré-disperso que é melhor utilizado em cores translúcidas.

A tonalidade de cada material e a condição depende do corante líquido utilizado, buscando proporcionar maior atratividade aos plásticos. No processo de pigmentação é preciso considerar quais as tonalidades que serão utilizadas para se atingir a cor ideal para o produto, por isso a fabricação de corantes líquidos acaba tendo melhor desempenho do que os corantes em pó.

Os corantes líquidos possuem por finalidade a coloração de resina poliéster, e possuem como vantagens aditivos estabilizantes de raios ultravioleta, possibilitando maior solidez á luz.

Quer saber mais sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para saber mais novidades receber os conteúdos de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Mulheres do Plastico
close-link