Bulher
EmpresaNotíciasPlásticoSustentabilidade

Companhia ocupa a 11ª posição na classificação do das empresas geridas de forma sustentável

A Arkema subiu para o 11º lugar, conquistando primeiro lugar no setor químico, no ranking do Wall Street Journal das 100 empresas mais sustentáveis

Ao classificar as 165 empresas globais das 5.500 na lista, os analistas do Wall Street Journal avaliam quatro áreas: modelo de negócios e capacidade de inovação, meio ambiente, capital social, as questões sociais externas e de produto, e capital humano, funcionários internos e questões do local de trabalho.

Thierry Le Hénaff, Presidente e CEO da Arkema
 destaca “Estamos particularmente orgulhosos deste reconhecimento, que reconhece a nossa abordagem proativa e ambiciosa para responsabilidade social corporativa desde a criação da Arkema”.

O CEO ainda afirma que as empresas hoje estão prontas para desempenhar um papel importante na transição ecológica e evolução da sociedade: a nossa missão como fabricante de produtos químicos é, mais do que nunca, engajar-se em alavancar nossa experiência e inovação em ciência de materiais para contribuir para a transição para um mundo sustentável. “Ser o fabricante líder de produtos químicos neste ranking é um testemunho dos méritos de nosso compromisso social, a base real de nossa estratégia de desenvolvimento”, finaliza.

Com base no conjunto exclusivo de conhecimento em ciência de materiais, a Arkema oferece um portfólio de tecnologias de primeira qualidade para atender à crescente demanda por materiais novos e sustentáveis.

Com a ambição de se tornar, em 2024, um participante puro em materiais especiais, o Grupo está estruturado em 3 segmentos complementares, resilientes e altamente inovadores, dedicados a materiais especiais – soluções adesivas, materiais avançados e soluções de revestimento – representando cerca de 80% das vendas do grupo, e um segmento de intermediários bem posicionado e competitivo.

A Arkema oferece soluções tecnológicas de ponta para enfrentar os desafios atuais, entre outras coisas, novas energias, acesso à água, reciclagem, urbanização e mobilidade, além de promover um diálogo permanente com todas as partes interessadas.

Quer saber mais sobre a indústria do plástico? Preencha o nosso formulário para saber mais novidades receber os conteúdos de qualidade do mercado plástico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo