Blob Web
NotíciasPlástico

Como preparar a empresa para a Indústria 4.0?

Entenda como receber esta novidade

Fazer a transição do padrão industrial vigente para o padrão sinalizado pela abordagem da indústria 4.0 requer a suplantação de uma série de variáveis dentro e fora da empresa.

É preciso diagnosticar os requisitos de produção atuais e o grau de maturidade digital atual vis-à-vis as condições ideais requeridas para o novo padrão industrial. Em seguida, é necessário definir metas claras para reduzir o déficit de tecnologias situadas no contexto da abordagem da indústria 4.0 e os caminhos para alcance desses objetivos. De forma subjacente, é preciso que esta transformação seja objeto de legitimidade da alta cúpula da empresa, apoiando todos os elementos que revestem a trajetória de transição.

A figura 1 demonstra o caminho para se preparar para a Indústria 4.0, onde além do ciclo de planejamento, identificação dos gaps, criação e envolvimento de equipe, implementação, coordenação e monitoramento, destaque é dado ao nivelamento de conhecimento para que toda a organização utilize a mesma linguagem e se comprometa com as metas e objetivos organizacionais que devem ser traçados com foco no tema Indústria 4.0.

Figura 1

Ainda, a figura 1 demonstra os seis passos necessários a serem cumpridos para que a empresa esteja de fato preparada para o ambiente da Indústria 4.0, demonstrando a ênfase na definição de estratégias claras e direcionadas para o tema, onde a aquisição de tecnologia se consolida apenas na quinta etapa deste processo.

O caminho para a Indústria 4.0 – Etapas

Considera-se fundamental reunir estratégias, competências, recursos e ferramentas para qualificar a empresa sob o ponto de vista tecnológico, humano e organizacional na direção no paradigma da indústria 4.0, o que implica que as empresas se orientarem para as seguintes premissas:

  1. Estabeleça uma estratégia de longo prazo para Indústria 4.0

 Antes de começar, é necessário buscar o entendimento das possibilidades de posicionamento nesse novo ambiente. A figura 21 demonstra os três principais pilares para a definição de estratégias de longo prazo para a Indústria 4.0.

Estratégias de longo prazo para a Indústria 4.0

Neste contexto, podemos destacar as seguintes soluções para a estratégia de conversão da empresa para a Indústria 4.0:

  • Platform Enabler (habilitador de plataforma): desenvolvimento de produtos com características de conectividade, que possibilita a comunicação diretamente com a Internet, além da integração de funções avançadas de sensoriamento e diagnóstico, possibilitando a geração de dados úteis para os processos de gestão de ativos e da manutenção preditiva.
  • Data Provider (fornecedor de dados): a partir da análise dos dados fornecidos por produtos conectados à internet, são observados comportamentos do desempenho dos produtos nas respectivas aplicações, possibilitando melhores ajustes de processo. Esses dados podem ser fornecidos aos clientes na forma de serviços de manutenção remota e otimização de processos.
  • Service Provider (fornecedor de serviço): fornece a automação como serviço, em que o cliente efetua o pagamento pela produtividade do sistema, e não pelos ativos adquiridos.
  • Platform Provider (fornecedor de plataforma): fornecimento de componentes de múltiplos sistemas de controle, automação e gestão, que atuam de forma integrada. Representa o estágio mais complexo e amplo de fornecimento, possibilitando uma solução completa para uma indústria específica.

 

  1. Implementação de um projeto-piloto

Para que o processo de transformação seja eficiente, é necessário estabelecer uma prova de conceito, de forma que valide os resultados experimentais e seja reproduzido. Para o projeto piloto que possa representar a estrutura, as regras de comportamento e decisões de produção inteligentes e em rede e a base de produtos de rede, equipamentos, sistemas de informação e pessoas. Embora com escopo inicial reduzido, é preciso incorporar ao projeto-piloto o conceito end-to-end da Indústria 4.0, isto é, prever dos materiais necessários até a entrega ao cliente (e serviços pós-venda).

  1. Definição dos recursos necessários

Com base nas lições aprendidas no projeto-piloto, é necessário mapear em detalhes os recursos necessários para a implementação do projeto integral na empresa (pessoas, produtos, equipamentos, sistemas de informação de toda a organização), detectando o que já há disponível na empresa e o que é necessário adquirir de habilidades e competências profissionais e infraestrutura de TI ágil e funcional.

  1. Torne-se um perito na análise de dados

Outra dimensão importante dos processos de transformação para a abordagem da indústria 4.0 reside na necessidade de estabelecer capacidades analíticas multifuncionais, estreitamente ligadas às prioridades estratégicas de toda a empresa. De forma combinada, é preciso estabelecer a interação de dados das diferentes áreas funcionais da empresa, como por exemplo, os dados de qualidade, logística com funções de engenharia.

Aprender a obter valor dos dados através de um design inteligente de sistemas, usando análises em tempo real para adequar os produtos para os clientes e melhorar continuamente seus processos. É preciso uma clara liderança desse processo, revestida de alto compromisso e visão integrada de todas as áreas interessadas.

Para isso, desenvolver indicadores de desempenho dos processos inseridos no novo contexto industrial mostra-se ser uma ferramenta importante para garantir a integralidade dos resultados.

  1. Transforme-se em uma empresa digital

É fundamental que a empresa tenha uma estratégia de digitalização que envolva as ações desde a idealização do produto até a produção, integrando sistemas físico-cibernéticos e permitindo o planejamento de investimentos visando o cumprimento da estratégia de longo prazo e a sustentabilidade do negócio. Para tanto, é necessário o estabelecimento de uma cultura de digitalização de produtos e processos.

Transformar-se em uma empresa digital. Capturar todo o potencial da Indústria 4.0 provavelmente implicará mudanças importantes nas práticas da sua empresa e nas atitudes que as subjazem. Defina o tom do topo, com liderança, compromisso e visão claras do nível de Direção e das partes interessadas.

Promover uma cultura digital: todos os seus funcionários precisarão pensar e atuar como nativos tecnicamente habilidosos, dispostos a experimentar, aprender novas formas de atuação e adaptar os processos cotidianos em conformidade. Lembre-se de que a mudança não para depois de implementar a Indústria 4.0. Sua empresa precisará reinventar suas capacidades continuamente, em taxas mais rápidas do que no passado, para se manter à frente do jogo.

  1. Adote uma perspectiva por ecossistema

A Indústria 4.0 induz ao desenvolvimento de produtos com relativo grau de complexidade. Portanto, na transição para este padrão industrial é premente a realização de parcerias e o alinhamento de plataformas para complementar competências para desenvolvimento dos produtos e processos em colaboração com atores externos à empresa, como universidades, parceiros, fornecedores, clientes e outras fontes de interação para acelerar os processos de digitalização.

Perspectiva por ecossistema

Por Paulo Roberto dos Santos – Diretor da Zorfatec.

Acompanhe a nossa série de matérias exclusivas. Preencha o formulário abaixo e receba tudo sobre a Indústria 4.0 para o mercado do plástico.

Tag

Artigos relacionados