Blob Web
Notícias

ADIRPLAST divulga números do fechamento de 2017

Empresas associadas apresentaram crescimento positivo na venda do plástico

A ADIRPLAST (Associação Brasileira dos Distribuidores de Resinas Plásticas e Afins) apresentou os números de fechamento do ano das 21 empresas que compõem sua lista de associados. “Apesar da crise brasileira, fechamos com um crescimento de 3,1%, demonstrando que o mercado está começando a reagir”, disse Laercio Gonçalves, diretor da Activas e presidente da entidade.

Em 2016, as empresas associadas da entidade venderam 389.745 toneladas de plástico. Um ano depois, o número é estimado em 402 mil toneladas. Este crescimento se refere a todos os produtos comercializados pelos associados, como polietilenos, poliprolilenos, ABS, SAN, poliacetal, acrílico, policarbonato, poliuretano, poliprolilenos, EVA e poliamidas 6 e 6.6.

Os associados estão entusiasmados e otimistas em relação a expectativa para 2018, que contará com o lançamento do Programa Pró-Distribuição, que será apresentado oficialmente pela ADIRPLAST neste ano. “Esta é uma Campanha Nacional focada na ética da compra de resinas plásticas, filmes BOPP-PET e de plástico de engenharia pelo mercado de varejo e será uma campanha audaciosa”, afirmou Laercio.

“O Programa não está focado em melhorar o resultado das empresas filiadas, mas em mostrar a importância das boas práticas de vendas, não apenas para os negócios, como para a construção de um Brasil melhor”, declarou Osvaldo Cruz, vice-presidente da ADIRPLAST.

Apresentações em 2017 da ARDIPLAST

No encerramento do ano a ARDIPLAST promoveu duas palestras muito importantes para os empresários. A primeira foi sobre a Reforma Fiscal, uma das principais bandeiras da entidade.

Para falar sobre o assunto, a entidade convidou o ex-secretário executivo do Ministério da Fazenda e diretor do CCIF (Centro de Cidadania Fiscal), Bernand Appy, especialista no assunto. O CCIF é um grupo independente que tem como objetivo contribuir para simplificar o sistema tributário brasileiro e para  aprimorar o modelo de gestão fiscal do país. “A sociedade deve refletir, organizar e propor a reforma tributária. O Brasil precisa ter uma harmonização nesta questão. Atualmente temos uma legislação complexa que cria mais insegurança para todo o empresariado”, explicou Appy.

Esta nova proposta de reforma tributária tem como principal diferença a eliminação de cinco tributos ao longo de dez anos. Criando em seu lugar apenas um único imposto.

Já a segunda palestra foi sobre o futuro dos negócios e teve como convidado, Alex Espinosa, co-fundador líder da ‘Diip’ e mestre em criatividade e empreendedorismo pela Universidade de Newcastle. “Precisamos sempre estar atentos e nos adiantar ao futuro das necessidades da sociedade”, disse o especialista.

Sobre a ADIRPLAST

A ADIRPLAST tem como conduta o fortalecimento da distribuição, o apoio aos seus associados e a integração do setor de varejo de resinas plásticas, filmes de BOPP-PET e Plásticos de Engenharia.

Seu objetivo principal é demonstrar a importância que os distribuidores têm para o setor e para o desenvolvimento do mercado brasileiro de plásticos. A entidade trabalha também em promover a imagem sustentável do plástico, melhorarias na gestão financeira dos transformadores e ajuste no desenvolvimento tributário sobre a indústria.

Para mais informações, acesse www.ardiplast.org.br e aproveite para cadastrar seu e-mail e acompanhar as últimas informações sobre distribuição de resinas plásticas, filmes BOPP-PET e plástico de engenharia.

Fonte: ADIRPLAST

Tag

Artigos relacionados