Bulher
NotíciasPlástico

Adiprene LF permite moldagem por injeção de elastômeros PU fundidos

A nova tecnologia da LANXESS permite uma taxa de produção mais rentável e eficaz além de gestão avançada de recursos

A empresa especializada em produtos químicos LANXESS forneceu uma nova tecnologia de moldagem por injeção. O Adiprene C930. Ele é um exclusivo uretano fundido com baixo teor da MDI livre, e demonstrou ser um material adequado para o processamento.

A empresa coreana Autox foi quem desenvolveu o processo de produção que permite a moldagem por injeção de poliuretanos fundidos. A inovação dessa moldagem traz uma nova linha de perspectivas para os PU fundidos. A Autox lançou uma nova tela vibratória para o setor de mineração, feita a partir do pré-polímero fundido o Adiprene C930.

A moldagem por injeção aumenta sua taxa de produção, o que torna o processo mais rentável e eficaz. Em uma certa quantidade limitada de tempo e com apenas um molde, mais telas poderão ser fabricadas. Com esse processo, a eficiência de custo também é modificada pelos gastos do trabalho que são menores do que na fundição por derramamento. O tempo de produção hoje de uma tela de malha moldada por injeção é de cinco minutos, já o processo de fundição por derramamento, leva em torno de trinta e cinco minutos, por exemplo.

O pré-polímero Adiprene LF gera uma melhor higiene industrial, além de sua facilidade de processamento. Proporciona também uma melhor combinação com o processo de moldagem por injeção, visto que a viscosidade é menor do que a de um pré-polímero convencional.

A tela de mineração Adiprene C930 consegue oferecer ótimas propriedades de resistência á abrasão e resistência a fadiga, o que melhora e estende o tempo de vida útil e a eficiência das telas. A malha de tela vibratória é uma aplicação complexa e necessária para suportar as condições de operação de mineração.

Baseada em caprolactona, os resultados dessa tecnologia são visíveis e foram comprovados por testes em campo. Testes esse que comprovam que o tempo de vida útil da tela pode ser até três vezes maior do que a referência de alta qualidade do mercado. Esse avanço exclusivo leva á redução de custos de manutenção das minas, quando a produtividade é menor na mineração.

O novo desenvolvimento da Autox vai permitir o processamento de pré-polímeros PU fundidos, tornando possível que a peça moldada apresente um melhor desempenho. O processo de moldagem por injeção vai oferecer respostas para umas das questões de maior preocupação da indústria, que é a gestão de resíduos. Ela vai garantir melhor consistência de qualidade, levando á geração de menor aparas e menos resíduos gerados pelas sobras.

A LANXESS e a Autox, com o material Adiprene C930, têm mostrado que grandes conquistas podem ser obtidas através do PU moldado por injetoras para telas de mineração. As duas empresas seguem confiantes de que algumas outras aplicações também serão beneficiadas por esse novo desenvolvimento á longo prazo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Mulheres do Plastico
close-link
close-link